Você sabe o que são INFOGRÁFICOS?

Cada vez mais os formatos da  comunicação inovam-se e permitem uma exposição clara dos objetivos a serem atingidos por pessoas e empresas. Nesta última década uma tendência se destacou pela simplicidade e eficácia no momento da comunicação, seja ela estilo corporativo ou até mesmo despojada, os Infográficos se tornaram ferramentas excepcionais na arte de informar e alia a comunhão de imagens e textos de uma maneira inteligente e atraente para todos os públicos.

Hoje estaremos compartilhando um pequeno resumo desta ferramenta e suas variadas aplicações. O texto foi escrito por Eduardo Engelmann, gerente de produtos da Impacta Art & Design e Gestor do Clube do Designer.

Leiam a seguir este resumo:

Infográficos são representações visuais de uma informação. Bacana, mas o que significa isso? O que realmente é isso?

Todo ser já viu um infográfico, sabe como é, mas não sabia que tinha esse nome. Por exemplo, você abre o jornal e tem um gráfico demonstrando a evolução do câmbio entre dólar e real. Isso é um infográfico.

Numa outra matéria sobre os problemas do joelho do Ronaldo, você vê um desenho mostrando ossos, músculos e cartilagens do joelho – não é aula de anatomia, é infografia.

Foi descoberta uma nova reserva de ouro no Estado de Roraima – aparece um mapa do Brasil com o Estado de Roraima em destaque – também é infografia.

Vai começar o campeonato brasileiro, na matéria temos a tabela do campeonto – isso também é infografia.

Infografia é uma forma ilustrada, por desenhos ou fotografias, ou ainda juntando os dois, de forma a apoiar o texto de uma matéria ou ainda de um determinado assunto. Alguns livros técnicos utilizam demais a infografia. O manual do seu carro é repleto de infográficos. O manual do seu liquidificador, que você provavelmente não abriu uma vez sequer, é repleto de infográficos.

Basicamente a infografia é empregada onde a informação precisa ser explicada de uma forma mais dinâmica, mais visual, facilitando assim o entendimento do texto.

A infografia é um recurso muito antigo e considero (eu considero) Leonardo da Vinci o pai da infografia moderna. Sim, já existia infografia antes de Leonardo, mas ninguém sabia que se chamava infografia.

Hoje, com a necessidade da informação ser absorvida de maneira mais rápida, os infográficos estão sendo utilizados em grande escala. Mas há que se ter consciência de um detalhe: a infografia não pode competir com um texto, ela tem que complementar o texto. E isso é uma das tarefas mais complexas de ser executada.

Acredito que o infografista, profissional caçado a laço devido à escassez no mercado, exerce uma das atividades mais complexas do design gráfico.

Por que?

Porque o infografista completo deve possuir algumas qualidades que tornam esse profissional escasso. Vamos a elas:

1)  Saber interpretar um texto, ou seja, tem que gostar de ler.

2) Saber escolher o que deverá ser apresentado no infográfico, aquilo que realmente é importante.

3) Saber rafiar – sim, tem que saber desenhar – não precisa elaborar uma ilustração, mas efetuar a marcação do que será desenhado, qual a sequência e com um aproveitamento de espaço que não brigue com o texto.

4) Conhecer o trio calafrio: Photoshop, Illustrator e Indesign – são os três softwares mais utilizados no desenvolvimento de infográficos.

5) Saber diagramar – muitas vezes a página que contém infográficos é diagramada pelo infografista.

6) Saber trabalhar em equipe – essa equipe é composta de pelo menos duas pessoas, o autor do texto e o infografista.

7) Ser ágil, rápido na criação e execução da arte, principalmente se for trabalhar em jornais.

8 ) Gostar de blues – coloquei isso porque sou apaixonado por esse estilo musical.

Ouvi um comentário num seminário de infografia há 5 anos, onde um dos palestrantes, perdão, não lembro o nome do cara, disse o seguinte: “- Se você desembarcar no Aeroporto Kennedy em Nova York, segurando uma placa escrita I WORK WITH INFOGRAPHICS, alguém irá se aproximar de você e oferecer um emprego.”

__________________________________________

Entre em contato conosco: contato@r2creative.com.br e peça já o Infográfico que você precisa para se comunicar com seu público.

__________________________________________

R2 Creative, especializada na criação de

Apresentações Profissionais

__________________________________________

 

Anúncios

Afinal, quem cria pode descriar? Atender e Planejar?

Fonte: http://promoview.com.br/

Reprodução do artigo de Tony Coelho:

Nesses poucos longos anos em que trabalho com Comunicação, em especial os anos que passei em Publicidade, conheci gente interessante, inteligente, criativa, genial e geniosa, gente de todos os matizes. Fiz amigos e vi inimigos de si mesmos, em todas as áreas, na busca da confirmação de seus egos.

Mas, quase sempre, no inexplicável e injustificável histórico e conceitual confronto entre Criação e Atendimento, percebia uma certa vantagem (hierárquica, numérica e sagaz) do pessoal da Criação nas justificativas, ponderações e decisões que permeavam os conflitos.

Quando, por acaso, pegos por argumentação inconteste de alguém do Atendimento(mas só daquele alguém que fazia mais do que levar e trazer briefings e layouts), reagiam com ferocidade e insensibilidade, tentando minimizar a “vitória efêmera”. Saíam da Terra e usavam a frase mortal e decisória, ainda que não pronunciada: quem manda aqui é a Criação…

Da série de situações e humilhações presenciadas, a ideia de que a força das palavras, tão bem usadas por eles, trazia, no seu bojo, algo de místico e sobrenatural, levou-me a raciocinar e escrever, ainda que metaforicamente, esse texto, quando percebo que o Atendimento/Planejamento anda esquecido nas agências – embora, nos dias atuais, sua presença e importância nas agências seja incontestável.

Cheguei à conclusão de que há em todo criativo um certo quê de criador, e, talvez, seja exatamente por isso que pequena – mas significativa – parcela destes ainda não consiga, humanamente, conviver com esse dom e sinta-se um semideus, e, como tal, cego às humanas necessidades.

Donos de inegável talento, com o passar do tempo, alguns deles transformaram-se em insensíveis seres diante das ponderações e necessidades dos simples mortais, principalmente os do Atendimento (pragmáticos, realistas e antenados ao tempo presente), desconhecendo o talento deles, não dando créditos, consideração ou respeito ao seu trabalho.

Chegaram ao ponto de, criadores que são, extinguirem suas atividades, declarando com voz de dragão: “Desfaça-se o Atendimento!”. E tantas agências sumiram na poeira dessa declaração.

Insensíveis e, às vezes, arrogantes, coisas típicas dos (semi)deuses, trafegam no limiar entre o amor, o respeito e o ódio daqueles que os cercam. No seu “Olimpo”, não vislumbraram a passagem do tempo terreno, ou, quem sabe, viajaram além do seu tempo, criando, recriando, copiando ou inventando o óbvio. Esquecendo-se de que para uma Comunicação, cada vez mais estratégica, planejar e atender bem é fundamental.

Não existiriam os Leões e os Colunistas sem prévio Planejamento de inscrições. Certo?

Grandes agências dependem de bons criativos, sem dúvida, mas não só deles. Alguém tem que fazer as compras, produzir, atender e planejar. Bons criativos têm, obrigatoriamente, que ter talento. O talento pode até ser dom divino, mas não é exclusivo da Criação.

Pela lógica cega de alguns criativos-deuses, os criadores criaram os criadores e, assim sendo, o mundo é uma agência de marketing promocional que tem fracassado na venda, tem problemas no Atendimento, não consegue produzir nada, mas cria que é uma beleza.

No dia do Apocalipse, no encontro dos deuses, submetidos ao chefe, quando da remissão de todos os males, só os verdadeiros talentos vão ganhar o Gran Prix. Ou seja, aqueles que melhor atenderam e planejaram o futuro de suas criações, nesse sentido, dirão: “Faça-se o Atendimento e o Planejamento!” E eles se farão.

As novidades do Marketing Digital 2012

As novidades do Marketing Digital 2012 As novidades do Marketing Digital 2012O marketing gital exerce um papel determinante no sucesso de uma empresa na internet. É impossível ter sucesso no comércio eletrônico se sua empresa não é conhecida, não é lembrada e se ninguém nunca ouviu falar da sua marca.

O ano de 2012 chegou e já promete grandes resultados ao comércio eletrônico brasileiro, principalmente, no que se refere ao marketing exercido na web. Em termos de divulgação e exposição da empresa, o avanço tecnológico proporciona mudanças que devem acirrar ainda mais a busca por destaque no mercado virtual.

Neste sentido, as novas características adotadas para o marketing digital neste ano devem estar evidenciadas na estratégia de divulgação das lojas virtuais, para que as mesmas conquistem seu espaço na web.

Sofisticação do SEO

Estima-se que a otimização para sites de busca (Search Engine Optimization) fique mais sofisticada em 2012. Isso porque a difusão muito rápida de informações torna o Google mais exigente para dados relevantes e atuais. Por isso, como a concorrência pela primeira página está aumentando, além das técnicas corretas de otimização é preciso trabalhar com informações atuais e relevantes em sua loja virtual;

Conteúdo relevante nas mídias sociais (Social Media Optimization)

A mídia online deixa de ser simplesmente uma reunião de clientes que buscam receber ofertas, e se torna um canal de informações relevantes sobre temas relacionados ao segmento para atrair o consumidor não apenas com promoções, mas também com informações, principalmente, porque o público está mais exigente e deseja integração;

Links patrocinados ficam mais caros

Um dos motivos pelos quais o SEO estará mais acirrado é porque o custo da divulgação via links patrocinados se tornam mais caras. A procura pela compra de palavras-chave aumenta e a grande demanda eleva o valor das mesmas. Para driblar a situação é preciso saber investir, comparar palavras e sinônimos conforme o segmento da loja;

Vídeos para divulgação

Entre as novidades para o marketing digital 2012 destaca-se o aumento no uso de vídeos como forma de divulgação. Pesquisas indicam que, em média, 900 mil horas de imagens são postadas no You Tube por mês e, além disso, especialistas dizem que até 2015, 90% do conteúdo na internet estará em vídeo. Nesse sentido, que tal começar a desenvolver marketing através de vídeos institucionais, depoimentos e entrevistas com clientes, apresentação e formas de uso de um produto?

O sucesso na web é uma questão de adaptação. Em se tratando de e-commerce, quem sabe se adaptar e ser flexível sai na frente, pois o avanço tecnológico traz mudanças muito rápidas no cenário virtual. Há algum tempo, a divulgação era feita boca a boca, pela TV ou pelo rádio. Hoje, além de ser feita via web, a propagação de informações deve ser adequada ao segmento, ao público e às inovações do mercado.

R2 Creative: Seguir e Curtir sempre uma boa opção!

A R2 Creative, sempre preocupada em oferecer produtos, soluções e condições para você se comunicar com qualidade, também possui este canal, que tem como principal objetivo, compartilhar informações que giram no mundo da comunicação, marketing, propaganda, publicidade, design, etc.

Aqui, temos este espaço aberto para todos que desejarem colocar suas ideias e conhecimentos nestas áreas, além de replicar notícias, artigos e informações de interesse da comunidade que curtem estes assuntos.

SIGA-NOS!

Apresente-se conosco, curta nossa página no Facebook (http://www.facebook.com/pages/R2-Creative/185162011573268),

Visite nossa página na internet (www.r2creative.com.br) e aproveite a oportunidade para ver nossa Apresentação Institucional (www.r2creative.com.br/apresentacao_r2creative.zip)

Entre em contato, deixe seu comentário, solicite informações e peça um orçamento sem compromissos em contato@r2creative.com.br

Seja bem vindo ao mundo das Apresentações bem sucedidas!

Blog corporativo um grande aliado na comunicação empresarial

Fonte: http://midiaria.wordpress.com

Você sabe qual é a definição de blog? Ele pode ser definido como um registro publicado na internet relativo a algum assunto, organizado cronologicamente como um diário. Os blogs são páginas da internet que podem ser colocadas no ar por qualquer pessoa física ou organização e tem como objetivo expor uma opinião para que os internautas possam debater, responder, comentar, etc.

Os blogs podem aproximar as empresas com estruturas organizacionais formais para os clientes. São mídias de comunicação pessoal e interativa, um canal de comunicação perfeito para empresas, principalmente no que trata do relacionamento com os seus públicos. Pode se destacar como vantagens do blog corporativo:

  •  leitura agradável e cronológica;
  •  mídia de fácil manutenção;
  •  baixo custo;
  •  não requer treinamento para iniciantes;
  •  é interativo, permitindo: links, comentários, etc;
  •  é personalizado e demonstra o conhecimento do escritor sobre o assunto abordado;
  •  permite a criação de uma comunidade.

Abaixo, apresento dois exemplos de blogs corporativos que atendem e trazem novidades diárias aos seus consumidores:

– Eu uso a cuca (Carrefour): o Carrefour expõe um conteúdo que trata da qualidade e variedade dos produtos, atendimento, ambiente da loja, responsabilidade social e preços, mantido por clientes que possuem uma relação próxima com a empresa. A palavra CUCA significa, Consumidores Unidos Carrefour.

 

– Blog Consultoria (Natura) : a Natura desenvolveu o blog Consultoria, espaço criado para troca de informações e experiências sobre os assuntos que permeiam a atividade de consultoria, como lançamentos, promoções e temas socioambientais.

 Compartilho um estudo, em que é abordada uma análise dos blogs mantidos por sete das maiores empresas do Brasil – confira aqui.

Muitas empresas ainda têm receio na criação de um blog, de fazer dele um canal de comunicação transparente, e a partir dele gerar comentários ruins e reclamações. A verdade é que um blog corporativo não deve ser tratado só como um canal de relações públicas e imprensa, mas também como uma ferramenta de marketing e relacionamento. Acredite, ele pode ser um grande aliado para sua comunicação!

Marketing de conteúdo – E-book colaborativo grátis

Fonte: Marketing Digital 2.0

Foi lançado o E-book colaborativo Marketing de Conteúdo.

Esta é uma obra 100% colaborativa, que é uma realidade existente na Internet nos dias de hoje. A partilha e colaboração são fundamentais no desenvolvimento da web 2.0.

Esta iniciativa partiu do blog Marketing Digital 2.0 onde foram convidados alguns autores de blogs ligados ao marketing digital.

Este E-book de leitura rápida mas com conteúdos muito importantes no que diz respeito ao marketing de conteúdo e numa presença de qualidade em projectos na web. Em blogs e também em websites cada vez mais os conteúdos são o que mais atraem os visitantes e que os fazem voltar, portanto a estratégia de utilização de marketing de conteúdo no marketing digital já é uma obrigação no plano de ações.

Os autores deste E-book colaborativoMarketing de Conteúdo foram:

Foi com enorme gosto que eu, Miguel Brandão participei neste E-book colaborativoMarketing de Conteúdo onde escrevi o capítulo “Como otimizar seus artigos para o Google” a partir da página 20. Este E-book é totalmente grátis e podem partilhar com os seus amigos.

Queria também destacar uma frase presente no E-book que representa e bem a realidade actual do marketing de conteúdo;

“O marketing tradicional fala em pessoas. O marketing de conteúdo fala com as pessoas – Doug Kessler”

Este E-book está dividido em 4 temas:

  1. Faça um texto como se você fosse o leitor – por Cris Leitão Guerra
  2. Dez segundos para captar sua atenção – por Maristela Moura
  3. Como otimizar seus artigos para o Google –  por Miguel Brandão

Tipos essenciais de conteúdo – Por Bruno de Souza

Para fazer o download acesse: http://www.crisleitaoguerra.com/e-book-marketing-de-conteudo/

Boa Leitura!

Infográfico: qual é o retrato do uso das redes sociais nas empresas brasileiras?

____________________________________________________

Fonte: http://midiaria.wordpress.com  (Publicado por )

Recente pesquisa apresentada pela Gentis Panel que entrevistou 1.709 pessoas, de presidentes a estagiários em empresas brasileiras, chegou nos seguintes resultados, destacados no infográfico a seguir:

 

Analisando os pontos de destaque do infográfico e da pesquisa

– 77% dos entrevistados usam Facebook (dentro e/ou fora do trabalho);
– 50% dos respondentes têm o LinkedIn como a segunda rede mais acessada. Vale lembrar que as entrevistas foram feitas com um público corporativo;
– 55% dos entrevistados são a favor do uso de redes sociais em ambiente corporativo.

  • Motivos dos indivíduos serem A FAVOR do uso de redes sociais em ambientes corporativos:

– 80% – Colabora com networking entre profissionais e com a geração de novos negócios para a empresa;
– 60% – Facilita a comunicação e a socialização entre funcionários;
– 44% – Permite estar por dentro do que é falado sobre a empresa na web;
– 43% – Ajuda a aliviar o stress do dia a dia por manter as pessoas conectadas com amigos e familiares.

  • Motivos dos indivíduos serem CONTRA o uso de redes sociais em ambientes corporativos:

– 95% – As pessoas não conseguem separar o uso pessoal do uso corporativo. Perde-se muito tempo de trabalho com assuntos pessoais;
– 31% – Facilita o vazamento de informações confidenciais para pessoas indevidas;
– 31% – Aumenta o risco de exposição indevida da marca por meio de pronunciamentos indevidos de funcionários que não estão autorizados a falar em nome da empresa;
– 31% – Fonte de informação desnecessária e irrelevante para o trabalho;
– 26% – Fazem uma exposição pessoal inadequada ao ambiente de trabalho;
– 12% – Afasta as pessoas de um contato pessoal real mais produtivo e social (olho no olho).

Qual a sua opinião referente ao uso das redes sociais no trabalho?

3 ideias para provocar quem trabalha com comunicação

 

Fonte: http://midiaria.wordpress.com

Publicado por

As mídias sociais, com todas as oportunidades que elas oferecem para conectar pessoas, continua a transformar as relações entre empresas e seus públicos. Nesse sentido, o profissional de comunicação e/ou marketing é uma figura muito importante no universo B2B.

Quem atende mais de uma empresa, seja fazendo sua comunicação ou seu plano de marketing, pode ser o facilitador de novas parcerias e negócios. Como? Compartilharei a seguir três ideias que podem ajudar seus clientes a crescer… e você também!

Encontre oportunidades para seus clientes
Quem monitora os perfis de uma determina empresa ou marca nas redes sociais deve sempre ter o negócio do cliente em mente. Não somente para saber comunicar sua mensagem, mas também para identificar comportamentos de consumo dos clientes finais e possíveis oportunidades de novos negócios. Para encontrar tendências, recomendo o uso do Alertas do Google e do Social Mention, este último mais restrito por conter apenas termos em Inglês. Com eles, é possível receber notificações dos tópicos que são relevantes para o seu universo e, quem sabe, encontrar parceiros para uma nova solução de produto ou serviço.

Conecte clientes, mesmo que de setores diferentes
Há uma grande diferença entre ser abordado por um fornecedor desconhecido e receber a recomendação de uma pessoa da sua confiança. Imagine a situação: você trabalha a comunicação de um serviço de buffet e o marketing de um centro de treinamentos. Que tal aproximar essas duas empresas para que o buffet passe a oferecer o coffee break nos intervalos dos cursos oferecidos pelo centro? Ganham os novos parceiros, ganha você por fazer essa “ponte”.

Promova seus clientes além do planejamento estratégico
Além das planilhas com toda a tática de marketing e o cronograma de ações desenhado para seu cliente, um plus é tornar-se embaixador da marca para a qual você trabalha. Recomendar à sua rede de contatos os lançamentos, promoções e eventos dos seus clientes faz a diferença para eles e, possivelmente, para seus amigos.

Meu ponto

Trata-se de uma questão de reciprocidade! Uma postura mais proativa do profissional de comunicação e marketing traz benefícios para quem ele atende e, certamente, mais relevância e respeito para seu trabalho.

 

Um site feito com bacon

Os tempos realmente estão mudando.  Cada dia que se passa apresenta uma inovação ou um coneito diferenciado, que possibilita condições infinitas de particularidades e ações.

Dentro desta linha surgiu uma novidade, no mínimo curiosa e interessante, ou podemos definir também com deliciosa (?) quando pensamos em construir um site (?)…

Para conhecerem esta novidade o pessoal da Bleacher Report lançaram um site com o bacon sendo utilizado como ingrediente visual. Apesar de ser uma novidade temporária, a iniciativa causou inveja a algumas agencias de comunicação pelo mundo.

Vejam alguns detalhes adicionais:

Site esportivo da Bleacher Report, criado pela CP + B, foi coberto pelo ingrediente. Confira vídeo:

Já ouviu falar de PHP, HTML e Bacon? Isso mesmo, o bacon agora está na lista para criar um site. Quem navegou pelo Bleacher Report, um popular site esportivo, com mais de 25 milhões de visitantes únicos mensais, viu um canal virtual cheio de bacon. O internauta podia clicar em um botão na página inicial para mudar a versão bacon do site caso não gostasse do ingrediente. A criação da CP + B pode ser conferida no vídeo abaixo.

“Sabemos que as pessoas odeiam banners tanto quanto eles amam bacon, então fazia sentido usar um para compensar o outro”, disse o diretor criativo da CP + B, Tom Markham. “E nós temos a sorte de trabalhar com um cliente que as vezes tem que fazer coisas inesperadas, como construir um site inteiramente de bacon”.

Assistam o vídeo:

2.800 produtos dentro um único banner

Ikea permite que internauta navegue pelos produtos e ao clicar o usuário vai parar na loja online da marca

 A IKEA apresenta uma ação onde em um típico banner, de 300×250 pixels, a marca colocou uma loja inteira. São 2.800 produtos dentro da peça. Visualmente parece apenas um mosaico com elementos minúsculos, mas você pode efetivamente navegar por esses produtos e clicar para vê-lo na loja online. Confira a ação no vídeo abaixo:

Fonte: http://www.proxxima.com.br