Você acha que as cores podem influenciar o marketing e suas escolhas?

Olá pessoal!

Você acha que as cores influenciam sua vida?

Você pode imaginá-las como fatores decisivos para suas escolhas e decisões?

Estudiosos e mestres nesta área responderiam de uma forma, onde a cromoterapia é utilizada como tratamento alternativo para muitos males de saúde da sociedade. Especialistas em comunicação e marketing, teriam outro olhar e utilização para elas. É exatamente esta última que trago para vocês hoje, compartilhando um estudo feito pelo pessoal do Viver de Blog.com, onde demonstra claramente a influência das cores em nossas vidas.

Veja a seguir:

????????????????

POR 

A Psicologia das Cores é muito importante no Marketing e no Dia-a-Dia é fundamental para entendermos o significado das cores e como podemos usar uma determinada cor para nosso benefício.

Cores são poderosas e influenciam diretamente produtores e consumidores. Estudos apontam que:

  • 84,7% dos consumidores acreditam que as cores de um produto são muito mais importantes do que outros fatores;
  • 93% das pessoas avaliam as cores de um produto na hora de comprar;
  • Mais da metade dos consumidores desistem de comprar um produto porque ele não tem sua cor favorita.

Pensando na importância do assunto, o Viver de Blog produziu um rico infográfico com absolutamente tudo sobre a Psicologia das Cores e o Significado das Cores.

Fatos e Estatísticas para Tweetar:

  1. A cor pode ser responsável por 60% da aceitação ou rejeição de um produto ou serviço.
  2. 84,7% dos consumidores acham que a cor é mais importante que muitos outros fatores ao escolher um produto.
  3. 93% das pessoas observam o aspecto visual para comprar, 6% olham a textura e 1% decide pelo som ou pelo cheiro.
  4. 80% das pessoas acreditam que as cores aumentam o reconhecimento de uma marca.
  5. As pessoas fazem um julgamento subconsciente sobre um ambiente ou produto dentro de 90 segundos após a visualização inicial. Em torno de 62% e 90% dessa avaliação é baseada somente nas cores.
  6. Anúncios em cores são vistos 42% mais frequentemente que os mesmos anúncios em branco e preto.
  7. Cores podem melhorar em 73% a compreensão, entre 55% e 68% o aprendizado e em40% a leitura.
  8. 2 de 3 consumidores não comprarão um grande produto desejado se este não estiver em sua cor favorita.
  9. Azul é a cor favorita dos homens (57%) e das mulheres (35%).
  10. Mulheres conseguem diferenciar até 5x mais cores do que os homens.

Para poder acessar o Infográfico e estudo completo clique aqui

_____________________

Realmente um estudo muito bem realizado e muito interessante!

_____________________

R2 Creative: Especializada na Criação de Apresentações Profissionais e Acadêmicas!

Anúncios

Os 5 maiores erros em apresentações PowerPoint

http://noticias.universia.com.br

A mídia para exposição é uma ótima ferramenta, mas pode acabar com sua palestra se não for usada da maneira correta. Confira os principais erros e como evitá-los.

Boring Presentation

 

Em qualquer apresentação de slide sua regra básica deve ser simplificar. Em tudo e no que for possível

Usar o PowerPoint em apresentações e seminários é muito comum. Porém, algumas pessoas têm dificuldades com a ferramenta, ao invés de fazer uma aula dinâmica, transformam-na em um grande tédio.  Excesso de slides, fontes e cores inadequadas e textos extensos são alguns dos erros mais comuns.

Se você gosta dessa mídia e costuma usá-la em suas palestras e aulas, fique atento para os principais erros.

Confira os 5 maiores erros cometidos em apresentações de PowerPoint:

1) Muitos slides

Não há resposta ideal para esse problema. O número de slides que você for usar deve estar de acordo com o conteúdo, público, tempo e objetivo de sua apresentação. Porém, sejam quais forem esses critérios, existe um equilíbrio para que sua palestra não fique monótona. Mesmo que eles forem sucintos, você não deve passar 100 slides em 20 minutos de aula. Tente usar um slide a cada três minutos. Você e sua mensagem devem chamar a atenção e não a quantidade de slides que foram usados. Cada página deve conter informações críticas e essenciais, caso contrário, descarte-a.

2) Textos muito extensos

Quando o público lê os textos, para de prestar atenção em você. Então, escolha qual deve ser o foco de sua audiência. Estabeleça a média de três tópicos por slide e até duas linhas por tópico. O conteúdo das páginas deve ser completado pelo que você fala. Se for possível entender o sentido dos slides sem a sua presença, então sua apresentação precisar ser editada.

3) Animações inúteis

Existem palestrantes que tentam usar todas as possibilidades de cores e animações do PowerPoint em um único slide. Infelizmente, esse tipo de apresentação é muito. Confira o que o criador do PowerPoint, Robert Gaskins, disse sobre isso: “Apesar dos efeitos gráficos exuberantes tão facilmente produzidos através dos aplicativos, as apresentações contemporâneas devem retornar aos formatos tão sobressalentes das antigas transparências.” Use animações e gráficos apenas se forem necessários e para uma função específica.

4) Falta de gráficos

Seus slides devem reforçar sua mensagem. Imagens explicativas como gráficos, mapas e fotos são uma forma ótima de fazer isso. Mas não sobrecarregue sua apresentação com esse tipo de recurso. Use-o na medida certa, para que não confunda o entendimento do público.

5) Gráficos complicados

Em qualquer apresentação de slide sua regra básica deve ser simplificar. Em tudo e no que for possível. Setas e indicações devem ser usadas muito raramente, especialmente em mapas, e apenas no que for realmente necessário. Fontes muito pequenas e cores muito próximas entre o texto e o plano de fundo são erros enormes.

 

Fonte: Universia Brasil

Criação e Desenvolvimento de Slides em Power Point – Estilo R2

Olá pessoal,

A criação de uma apresentação pode parecer simples e fácil, mas, como todas as tarefas, deve ter um planejamento inicial, que vai possibilitar o inicio do processo criativo. Cada passo deve ser cuidadosamente preparado sob pena de ter dificuldades em suas execução até a sua conclusão.

A R2 Creative não foge destas premissas e procura seguir cada passo para obter o melhor resultado.

A partir da necessidade de um cliente, inicia-se o que chamamos de processo criativo, onde cada componente da futura apresentação é idealizado a partir de condições pré-estabelecidas que facilitarão a sua composição e desenvolvimento.

A partir deste momento inicia-se a busca destes componentes, que estarão sendo escolhidos de acordo com uma série de fatores como: Identidade Visual, Cores, Estilo, Templates, Modelos de negócios, Estrutura de projetos, Mensagens diretas e subliminares, Aplicações para o visual, etc.

Após a fase de planejamento e estudos inicia-se o que chamamos de aplicação do Processo Criativo, que compreende atividades de:

  • Pesquisas de imagens
  • Pesquisas das ações do cliente e sua área de atuação
  • Desenvolvimento de templates (capa, slides mestres e final)
  • Definição de textos
  • Trabalhando as imagens e texto em aplicativos (photoshop, corel draw, etc)
  • Inserção das imagens e textos nos slides Power Point
  • Diagramação e estética dos componentes
  • Inserção de efeitos e transições
  • Inserção de filmes e sons (quando necessários)
  • Desenvolvimento conjunto com nosso cliente em algumas etapas de construção
  • Avaliação interna por outra pessoa da área de criação
  • Envio definitivo para o cliente
  • Aceitação do cliente

Após estas fases e a aceitação do nosso trabalho, concedemos um Bônus que facilitará ajustes futuros por um prazo determinado sem ônus para nossos clientes.

Cada fase e relacionamento torna-se indispensável para o sucesso de nossas ações. Sem elas não será possível realizar com a qualidade que nossos clientes necessitam.

A qualidade visual torna-se indispensável quando desejamos nos comunicar com eficiência e eficácia, sendo fator importante em nossa comunicação com o mercado.

A R2 Creative se preocupa com estas condições e é por isso que realiza excelentes trabalhos, proporcionando ótimos resultados a nossos clientes.

Peça um orçamento sem compromissos! Você vai se supreender!

Baixe nossa apresentação e conheça um de nossos estilos: www.r2creative.com.br/apresentacao_r2creative.zip

Visite nossa site: www.r2creative.com.br

O que é Identidade Visual?

Imagem de: http://www.georgianc.on.ca

Identidade visual é o conjunto de elementos formais que representa visualmente, e de forma sistematizada, um nome, ideia, produto, empresa, instituição ou serviço. Esse conjunto de elementos costuma ter como base o logotipo, um símbolo visual , ícone e conjunto de cores.

A confecção de um logotipo ou de um símbolo visual capaz de representar a assinatura institucional da empresa deve ser estabelecido através de um documento técnico ao qual os designers nomearam de manual da identidade visual. Esse documento serve para estabelecer normas e critérios técnicos de reprodução da marca nos mais variados suportes existentes no atual estado da técnica como por exemplo: suportes gráficos (impressão) e suportes eletrônicos (interfaces).

Fonte: http://pt.wikipedia.org

A identidade visual torna-se um dos mais importantes fatores que podem transformar um empreendimento, um negócio, um projeto, etc., e uma das etapas fundamentais para compô-lo, é a criação de um Manual de Identidade Visual que compõe:

  1. os aspectos formais da marca – ou seja os elementos que compõe o símbolo gráfico e as variações formais da marca: por exemplo, para uma marca representada por uma imagem fotográfica deve ser apresentado tal imagem nos padrões monocromático, preto e branco, tons de cinza, fotográfico uma versão digitalizada ou seja uma versão vetorial da marca nas mesmas variações formais: monocromática, preto e branco, tons de cinza, chapado.
  2. apresentar as variações da assinatura da marca: padrão de assinatura horizontal, padrão de assinatura vertical e variações formais da assinatura com slogan e sem slogan. Algumas marca contém slogan, outras não. Assim como algumas marcas são compostas simplesmente pelo nome da empresa (Coca-Cola, IBM, Microsoft). É imprescindível apresentar tais características da marca e sustentar uma utilização padronizada.
  3. apresentar aspectos técnicos da marca: cor (pantone, rgb, cmyk, hexadecimal), fonte, dimensões, direção, etc.
  4. apresentar o padrão de utilização da marca em todo o material institucional previsto pela empresa: papel timbrado, envelope, etiqueta, adesivo, embalagem, objetos, uniforme, rótulo, frota etc.
  5. determinar dimensões mínimas e máximas para a impressão
  6. regularizar a utilização da marca em fundo colorido, preto, branco e monocromáticos.
  7. apresentar situações a serem evitadas.

Ou seja identidade é o conjunto de caracteres proprios e exclusivos com os quais se podem diferenciar pessoas

Fonte: http://pt.wikipedia.org

Pense nisso quando estiver planejando sua empresa ou projeto. A R2 Creative recomenda!