Modelo de Apresentação PowerPoint para Halloween 2017

Olá pessoal!

Passando para compartilhar com vocês hoje uma Apresentação Power Point, cuja arte foi especialmente preparada para a conhecida festa que acontece no final de outubro, para que possa servir de base para a sua criação especial. Lembrando que este modelo é uma cortesia do site http://www.slidescarnival.com.

(Idealizado pelo designer Alex Monge)

Horror e terror! Faça o download deste modelo grátis do Dia das Bruxas (para Powerpoint e Google Slides) e faça sua apresentação única.

Não use este tema se você está procurando um Halloween “bonitinho”, com abóboras iluminadas, morcegos, árvores mortas, túmulos e mansão assombrada, esse design de Dia das Bruxas fará seu cabelo ficar parado. Use-o para enviar fotos da família disfarçada, propor suas ideias para decorar o bairro, ou simplesmente se divertir nas reuniões de sua empresa.

Este tema irá ajudá-los a criar o ambiente escuro perfeito neste Halloween!

Características deste modelo de apresentação

  • Completamente editável. Fácil de mudar as cores, o texto e as imagens;
  • 25 slides diferentes;
  • Design escuro com um fundo de Halloween ilustrado por Alex Monge;
  • Contém exemplos de estilos de gráficos e tabelas;
  • Inclui uma família de 80 ícones e um mapa do mundo editável (você pode mudar o tamanho e cor);
  • Download como um tema para PowerPoint ou usá-lo como um tema do Google Slides. Também é possível baixar outros formatos de publicação (pdf, jpg);
  • Proporção de tela de 16:9 (Pode mudar para 4:3 com um clique no Google Slides, mas alguns recursos gráficos podem não funcionar bem).

FAÇA O DOWNLOAD GRATUITO AQUI


Entre com CONTATO conosco e deixe-nos ajudá-los a encontrar a sua melhor opção.

Acesse nossa área de PORTFÓLIO e conheça algumas de nossas criações.

R2 Creative – O mundo da criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas.


Anúncios

Recursos e destaques do PowerPoint 2013

R2 Creative
Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas
Peça a sua e destaque-se!

Olá pessoal, bom dia!

Seguindo a linha de compartilhar informações em assuntos que possibilitem as pessoas e empresas a se prepararem e planejarem melhor suas apresentações ou formas de comunicação com destaque e qualidade, ver a seguir alguns recursos e facilidades do PowerPoint 2013. Esperamos que seja útil a todos!

E lembre-se: se tiver dificuldades na criação de sua Apresentação, seja ela pessoal, profissional ou acadêmica, estamos à sua disposição!

Capa ppt 2013

Alterações na interface de usuário

  • Com o painel Comentários no PowerPoint 2013, você pode enviar comentários diretamente em uma apresentação e você pode mostrar ou ocultar comentários e revisões.
  • O PowerPoint 2013 oferece opções para iniciar sua apresentação usando um modelo, um tema, uma apresentação recente ou uma apresentação em branco.

Aprimoramentos de design

  • Os temas no PowerPoint 2013 incluem variações, como diferentes paletas de cores e famílias de fontes, facilitando a obtenção do visual desejado em seus slides.
  • Os Guias Inteligentes aparecem automaticamente ao reunir objetos como formas e imagens em um slide permitindo identificar quando os objetos estão uniformemente espaçados.
  • Por ser compatível com o formato widescreen, o PowerPoint 2013 introduziu um layout 16:9 e novos temas concebidos para aproveitar as possibilidades oferecidas pelo formato.

Recursos aprimorados de apresentação

  • Com o PowerPoint 2013 em computadores habilitados para toque, você pode usar gestos de toque para deslizar, tocar, rolar, ampliar e avançar pelos slides.
  • O PowerPoint 2013 tem todos os recursos profissionais de apresentação que você conhece e adora, além de aprimoramentos e novo recursos disponíveis apenas no Office 365.

Por enquanto é isso pessoal! Em nossa próxima publicação compartilharemos informações mais detalhadas sobre essas novidades.


Em breve uma nova publicação para você!

Esperamos que você aproveite e aplique em suas criações!


Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas

Fale conosco e destaque-se!


Algumas novidades do PowerPoint 2010 que irão tornar suas Apresentações muito mais atraentes

R2 Creative
Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas
Peça a sua e destaque-se!

Olá pessoal!

Conforme falamos em nossa última publicação, a nossa ideia é ir mostrando a vocês não só as novidades, mas detalhes sobre elas no PowerPoint, iniciando pela versão de 2010.

Para quem gosta de criar e inserir detalhes mais atraentes nas Apresentações deve conhecer estas novidades e se diferenciar em suas atividades.

Nesta publicação vamos dar ênfase a algumas novidades da versão 2010. Vamos saber quais são?

Algumas Ferramentas aprimoradas na versão 2010:

Efeitos Artísticos

Assim como os outros integrantes da família Office 2010, o PowerPoint também trouxe o recurso Efeitos Artísticos que nos permite aplicar efeitos, como traçado a lápis, filme plástico e fotocópia diretamente na ferramenta. Com isso, podemos melhorar as imagens da apresentação sem recorrer a ferramentas de edição externas. Para aplicar este recurso:
1. Dê dois cliques na imagem desejada;
2. Selecione o efeito artístico que será aplicado;
3. Visualize a transformação que será realizada.
* São 23 efeitos diferentes.

Vídeos

– Em sua versão 2010, foi adicionada a possibilidade de recortar trechos dos vídeos adicionados na apresentação, bem como utilizar molduras e efeitos que os afetam de forma dinâmica durante a reprodução. Tais opções nos permitem remover trechos indesejados e criar apresentações com visual mais atraente.
– Outro novo recurso importante adicionado para a manipulação de vídeos é a adição de indicadores, que nos permite marcar trechos específicos para facilitar a sua visualização durante a apresentação. Desta forma, é possível economizar tempo com as terríveis buscas manuais realizadas na linha de tempo do vídeo.

Para inserir um vídeo siga os seguintes passos:
1. Clique no menu Inserir e depois em Vídeo. É possível incluir um vídeo a partir de
um arquivo existente no computador, de um site da internet (Youtube) ou de um
Clip-art.
2. Para recortar trechos do vídeo, clique com o botão direito do mouse sobre ele e
selecione a opção Cortar Vídeo.
3. Será aberta uma Tela com as opções para você definir os intervalos que gostaria
de cortar do vídeo selecionado.

– Para alterar a Cor, Moldura e aplicar outros tipos de correções em um vídeo selecione o mesmo e dê um duplo clique.
– Você pode modificar a forma do vídeo bem como aplicar bordas e outros efeitos interessantes.
– Para cancelar todas as modificações realizadas clique na opção Redefinir Design.

Salvamento em Vídeo

Na versão 2010 também é possível salvar a sua apresentação no formato vídeo WMV. Para isso basta clicar em Salvar Como e escolher o formato vídeo Windows Média.

Capture Telas

– Para as pessoas que criam apresentações com tutoriais de utilização de aplicativos ou apenas desejam ensinar um procedimento a algum amigo, o PowerPoint 2010 traz o recurso Instantâneo, capaz de capturar telas de aplicativos abertos e adicioná-los automaticamente à folha de apresentação.
– Para incluir um Instantâneo, selecione o menu Inserir. Clique no item Instantâneo. Você irá visualizar as janelas que estão ativas e captadas em seu computador ou poderá realizar o Recorte da Tela que desejar para adicioná-la no slide.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ferramenta SmartArt

– Para inserir um gráfico SmartArt, clique em Inserir -> SmartArt.
– Na caixa Escolher Elemento Gráfico SmartArt, escolha o tipo e o layout do gráfico que mais o agradar. A lista inclui desde círculos até matrizes.
– Para adicionar um texto, clique em uma das figuras e digite o que quiser dentro dela. Para copiar textos de outros programas, clique no campo Texto e cole o texto copiado do outro programa.
– Para adicionar cores e combiná-las com artigos de papelaria ou papel timbrado, clique no gráfico e depois em Alterar Cores. Por fim, selecione as cores que você deseja aplicar.
– Você agora pode adicionar efeitos, como o 3D. Para isso, selecione o gráfico, depois vá ao campo Estilos de SmartArt, na barra de cima, e escolha um estilo. Para ver mais estilos, clique na seta para baixo.
– Você pode personalizar o SmartArt ao adicionar e remover figuras, Entre no menu Formatar e clique em Alterar Forma. Depois, é só escolher o estilo que você quiser.

Animações – Aplicar vários efeitos de animação a um único objeto

Para aplicar várias animações ao mesmo objeto, faça o seguinte:
1. Selecione o texto ou o objeto ao qual você deseja adicionar várias animações.
2. Na guia Animações, no grupo Animação Avançada, clique em Adicionar Animação.


Bom, estas são algumas e na sequência de nossas publicações traremos mais detalhes sobre estas novidades.


Em breve uma nova publicação para você!

Esperamos que você aproveite e aplique em suas criações!


Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas

Fale conosco e destaque-se!


 

 

Conheça as novidades a partir do PowerPoint 2010

R2 Creative
Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas
Peça a sua e destaque-se!

Olá pessoal, um bom dia!

A R2 Creative está passando hoje para informar as novidades que foram introduzidas no Microsoft PowerPoint a partir da versão 2010, cujas ferramentas e inovações chegaram para revolucionar Apresentações, sejam elas presenciais ou virtuais. Sendo a criação de Apresentações Profissionais o nosso principal produto, nos sentimos felizes de poder compartilhar estas informações com todos vocês!

Cada vez mais as Apresentações são utilizadas para a expansão de ideias, projetos, negócios, processos, produtos, serviços, habilidades pessoais, etc., e ter em mãos ferramentas inovadoras, permite criações realmente cada vez melhores e maravilhosas.

A partir de hoje estaremos compartilhando um resumo de todas estas novidades para vocês terem a oportunidade de conhecer e terem condições de criar belas apresentações, seja sozinhos ou em parceria conosco. Neste artigo somente serão descritas as principais novidades, sendo depois escritos artigos com mais detalhes sobre cada uma delas.

Vejam a seguir as principais novidades:

Edição e formatação de dispositivos

O Microsoft PowerPoint oferece inúmeras possibilidades de formatação e personalização de apresentações, desde temas, efeitos, estilos de fundo, assim como uma vastíssima gama de modelos de apresentações direcionados para os mais diversos dispositivos.

Incluir objetos multimídia e de desenho

O PowerPoint  possibilita agora uma vasta gama de objetos multimídia: gráficos, SmartArt com imagens, a possibilidade de incluir a captura de ecrãs numa apresentação, a criação de álbuns de fotografias a partir do PowerPoint, novas capacidades de edição de imagens, áudio e vídeo.

Efeitos de Transição de dispositivos e animações especiais

A criação de apresentações dinâmicas, com efeitos de transição e animação com mais recursos, é muito simples no PowerPoint. Às animações podemos ainda associar efeitos de entrada, saída, trajetórias de movimento, velocidade de transição e animação, etc, entre outros ainda melhores, que tornam suas apresentações ainda mais dinâmicas.

Personalizar Apresentações

O PowerPoint possibilita agora a conversão de uma apresentação em vídeo, passível de ser distribuído e divulgado através da internet. A personalização de uma apresentação pode passar ainda por definir temporizações por dispositivo, narração de voz (áudio) para acompanhar a apresentação, definir a apresentação em 2 monitores simultaneamente, preparar uma apresentação para difusão diretamente através da web ou simplesmente configurar o apontador ou ponteiro da apresentação.

Rever apresentação elaborada em coedição

A partilha de documentos, a coedição de uma apresentação por um grupo de trabalho e a proteção de ficheiros (definição de permissões de acesso ou edição de dados), são questões cada vez mais importantes no planejamento e realização do trabalho. O Power Point oferece um interessante leque de opções para suportar o trabalho colaborativo, a participação de revisores, assim como a proteção dos ficheiros.

Enfim, são diversas novidades que chegaram para melhorar ainda mais as possibilidades de criações maravilhosas e poderosas.

A partir de nossas próximas publicações estaremos falando um pouco sobre as principais novidades do PowerPoint 2010 e na sequência o que tem de melhor na versão 2013.

Aguardem!


Em breve uma nova publicação para você!

Esperamos que você aproveite e aplique em suas criações!


Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas

Fale conosco e destaque-se!


Sua apresentação é uma chatice? 3 passos para torná-la um sucesso!

R2 Creative
Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas
Peça a sua e destaque-se!

Bom dia pessoal!

Passando para compartilhar com vocês um artigo da Soap relacionado a criação de Apresentações.

Todo o conteúdo é importante, porém, a maneira como você o expressa é que faz a diferença!

Vamos criar para a materialização de belas apresentações!

Ver a seguir o artigo:

Sua apresentação é uma chatice?

A Inc.com publicou recentemente um artigo sobre apresentações tão legal (Why Your Presentation Is A Snoozefest), que decidimos traduzir para você na íntegra.

Aqui está:

Sua apresentação deveria chocar e surpreender. Ao invés disso, está chata de doer. Aqui está o motivo.

Apresentações são fáceis. Apresentações que são memoráveis são incrivelmente difíceis.

Você passa semanas organizando tudo no PowerPoint. Você se matou com os gráficos e fez conclusões inteligentes que certamente impressionariam as pessoas mais seniores presentes na sala. Você entra na sala de reuniões, já esperando reações de “Ooh” e “Aah” – talvez até todos te aplaudindo de pé – depois que você entrega aquele último slide.

Mas, logo que começa, já percebe a atenção de todos sumindo com aquele olhar de decepção. Você os perdeu e não tem mais jeito de recuperá-los, a não ser que ponha fogo na sala.

À medida que sua audiência se desfaz, o mesmo acontece com seu entusiasmo. E a apresentação, que ia ser arrasadora, virou só mais uma parte da rotina de segunda-feira.

Onde 99% das apresentações dão errado

Cada pessoa na sua audiência está sentado ali com o último modelo de smartphone em seu bolso. Eles fazem o trajeto para o trabalho vendo propagandas e materiais com o melhor marketing que já existiu. Uma apresentação de PowerPoint com cara de 1999 não é nada para pessoas que vivem em um mundo cheio até a borda de estímulos visuais atrativos.

De acordo com John Maeda – Design Partner na Kleiner Perkins Caufield and Byers – design em tecnologia está deixando de ser luxo para ser algo já esperado. Pessoas julgam informação e utilidade baseadas no visual, agora mais do que nunca. Então, se você quer que sua audiência te ouça, você tem que dar a eles algo incrível de se ver.

Os experts na SketchDeck concordam e destacam que um ótimo design funciona como um grande complemento, e não um mero apoio, para uma apresentação. Eles apontam um orador ineficiente, ler direto dos slides e falta de familiaridade com a audiência como os erros que matam uma apresentação.

Aqui está como evitar isso e criar uma apresentação bem legal.

Como trazer o poder de volta para o PowerPoint

O PowerPoint foi inicialmente criado como uma forma para desenvolvedores se comunicarem com marketeiros. Essencialmente, era uma ferramenta de venda. Engenheiros tinham que encontrar uma maneira para fazer com que os marketeiros entendessem e topassem seus projetos. Hoje, mais de 20 anos depois, ainda é usado para comunicar ideias para times, mas nós perdemos a faísca que faziam essas ideias virem à vida.

Tendo essa funcionalidade original em mente, você tem que combinar o visual do PowerPoint com a linguagem artística para vender sua ideia para sua audiência – mas agora com o jeito de 2017 e não com o de 1988.

Primeiro passo: Surpreenda com fotos

Use imagens e poucas e bem escolhidas palavras para despertar a curiosidade da sua audiência em cada passo da sua apresentação. Nada de gráficos em transição, nada de fontes rebuscadas e nada de imagens fofas. Apenas imagens que são interessantes e diretamente conectadas com seu objetivo.

Segundo passo: Use o storytelling para chamar atenção

“100.000 pessoas por dia assistem meu programa sobre vinhos e são basicamente 38 minutos em que estou sentado bebendo três vinhos”.

Foi assim que Gary Vaynerchuk começou sua apresentação sobre como tirar proveito das mídias sociais.

Bullet points não são interessantes; histórias são interessantes. Então, seja você apresentando dados aos seus colegas, um produto a um potencial investidor ou uma nova ideia ao seu CEO – você tem que começar com uma história. Apele para as emoções da sua audiência pintando um quadro do problema que você pretende resolver. E use frases de efeito relacionadas ao que está contando no seu slide para associar a imagem com o conceito.

Terceiro passo: Surpreenda

Ok, agora você já os atingiu com os duros fatos. As lições da sua história só vão ressoar enquanto sua audiência não estiver pensando muito. Mas, uma vez que eles pensem bem e analisem o que você disse, eles vão querer evidências para topar o que você pretende. Isso pode ser visual, como um gráfico ou algo prático – “seguindo essa tendência, x% dos funcionários dessa empresa vão pedir demissão antes do fim do mês”. Mas guarde esse tipo de coisa para quando você já tiver a atenção da sua audiência.

Vivemos em um mundo que gira muito rápido. Uma apresentação que passa todos os dados para quem não está ouvindo é uma perda de tempo que ninguém na sala – especialmente você – pode se dar ao luxo. Então, faça um esforço para aproveitar o poder da linguagem e das imagens para que sua apresentação seja impactante. E se é super importante, deixe para os profissionais.


Em breve uma nova publicação para você!

Esperamos que você aproveite e aplique em suas criações!


Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas

Fale conosco e destaque-se!


8 livros para inspirar apresentações excelentes

R2 Creative
Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas
Peça a sua e destaque-se!

Olá pessoal!

Um de nossos lemas é levar informações a todos terem condições de idealizarem e planejarem suas Apresentações.

Independente de quem irá criar as artes que darão vida a ela, é importante ter referências e se preparar adequadamente para que seja um sucesso onde irá ser utilizada. Ter referências é fundamental!

Vejam a seguir um artigo que dá indicações de literaturas importantes para que possa realizar esta etapa com muito mais propriedade e qualidade.

Diante de tantas reuniões e apresentações no dia a dia do mundo corporativo, falar em público com segurança e desenvoltura é um diferencial. Um bom roteiro, um design elegante e impactante e uma performance memorável são ingredientes importantes na hora de mostrar à audiência o valor de suas ideias.

Design para quem não é designer

Ter um apoio visual não é fundamental, mas pode fazer a diferença na hora de cativar a atenção da audiência, levando emoção ao discurso e demonstrando profissionalismo. Escrito pela professora e designer gráfica americana Robin Williams, o livro é uma dica para quem quer caprichar nas telas a partir de conhecimentos básicos de design. A autora apresenta conceitos como alinhamento, proximidade, repetição e contraste, que podem facilitar a construção do PowerPoint e deixar o visual de suas apresentações mais atraente.

Inteligência emocional

Mesmo depois de horas gastas para montar o PowerPoint e ensaiar o discurso, você pode ficar nervoso na hora H e esquecer de seus melhores argumentos. Sim, isso acontece com bastante frequência. Se já passou por essa situação, provavelmente foi por falta de domínio emocional. Não basta saber todo o conteúdo técnico da apresentação: manter a calma é crucial para uma boa performance. Neste livro, o psicólogo Daniel Goleman, considerado o pai da inteligência emocional, apresenta o conceito e a importância do gerenciamento das emoções para o sucesso profissional dos indivíduos. O best-seller vendeu mais de 5 milhões de cópias e foi traduzido para 40 idiomas.

O líder comunicador

Uma ótima referência que trata de todas as etapas da construção de uma apresentação. Escrito pelo americano Jerry Weissman, um dos coaches de apresentações mais reconhecidos mundialmente, o livro apresenta técnicas para construir uma narrativa interessante, vencer o medo de falar em público e utilizar as linguagens verbal e não verbal adequadamente. Além disso, o autor expõe cases inspiradores de empresas e personalidades.

A arte de falar em público

Muitas vezes, assuntos polêmicos precisam ser expostos em uma apresentação. A tendência é que isso gere desconforto na audiência e, consequentemente, a conexão com o apresentador pode ser prejudicada – ou difícil de ser estabelecida. O livro A arte de falar em público, escrito pelo americano Stephen E. Lucas, professor de humanidades na Universidade de Wisconsin-Madison, traz dicas sobre diversos temas ligados às apresentações: como introduzir assuntos complicados; como conduzir um estudo do público; elaboração do roteiro; como se portar no palco; e formas de criar atrativos recursos visuais.

Detone – Você em alta performance nos momentos decisivos

O livro Detone apresenta as principais técnicas de performance para apresentações marcantes. É indicado, principalmente, aos profissionais que fazem apresentações com frequência – seja em reuniões de negócio ou em grandes eventos – e querem aprimorar seu preparo técnico e emocional. Alguns dos assuntos abordados são os quatro perfis básicos dos apresentadores, como enfrentar o medo e ter domínio emocional, como se preparar tecnicamente, qual a performance ideal para cada situação e outros temas que ajudarão você a vender as suas ideias e a causar impacto na audiência.

Como falar em público e impressionar pessoas no mundo dos negócios

Para trabalhar especificamente as suas técnicas de oratória, sugerimos este livro de Dale Carnegie – mesmo autor do best-seller Como fazer amigos e influenciar pessoas. A obra mostra como o apresentador pode tirar vantagem de sua própria personalidade para trazer informações relevantes, divertir e conquistar a audiência.

Superapresentações

Escrito pelos idealizadores da SOAP, Eduardo Adas e Joni Galvão, o livro é um guia completo sobre apresentações. Além da história da empresa, conta como é a metodologia pioneira aplicada na construção de apresentações no estado da arte, passando por temas como roteiro, identidade visual, performance do apresentador e apoios visuais. É uma leitura adequada para quem está prestes a fazer uma apresentação e quer adquirir mais conhecimento sobre o assunto.

Faça como Steve Jobs (nunca é demais)

Além de sua ilustre carreira como empresário, Steve Jobs é exaustivamente aclamado por sua atuação nos palcos. Com ou sem o auxílio de apoios visuais em suas apresentações, a maneira com que ele contava histórias prendia a atenção da audiência. O livro, escrito por Carmine Gallo, jornalista americano e presidente da empresa Gallo Communications Group, apresenta as técnicas de oratória utilizadas pelo ícone da Apple – entre elas, a construção de uma narrativa inspiradora, os aspectos visuais da apresentação e a performance do apresentador.

Estes livros oferecem insights que o ajudarão a aprofundar seus conhecimentos em comunicação e em apresentações corporativas!


Fonte: Soap


Em breve uma nova publicação para você! Esperamos que você aproveite e aplique em suas criações!


Especialistas na criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas

Peça a sua e destaque-se!


O que é e para que serve gestão de Leads?

—————————————————-

R2 Creative – Especializada na criação de Apresentações

(PPT – PREZI – FLASH – KEYNOTE – 2D – 3D)

—————————————————-

Olá pessoal!

Hoje vamos compartilhar com vocês um artigo do pessoal da Resultados Digitais, relacionado à Gestão de Leads.

Num mundo onde a inovação tecnológica trás novidades todos os dias, a comunicação e o envolvimento que é promovido através dos canais existentes em todos os níveis, cria mecanismos próprios para sua execução e gestão. Tudo é muito dinâmico e novas ferramentas são atualizadas todos os dias com a finalidade de manter fiel a presença do público que desejamos contactar, seja para uma amizade ou até grandes processos empresariais.

Leiam a seguir um artigo sobre uma destas ferramentas, considerada de extrema importância na comunicação e acesso ao público em geral, principalmente os meios empresariais e de negócios:

Gestão de Leads (ou Lead Management, ou Marketing Automation) é um tema que tem ficado bastante em voga lá fora nos últimos tempos. Não à toa: se combinado com as diversas técnicas de atração que falamos constantemente aqui no blog, uma gestão de Leads bem feita tem poder de amplificar significativamente os resultados de negócio com Marketing Digital.

Isso porque, especialmente quando falamos de Marketing B2B, o processo de compra por parte do cliente não é feito de forma impulsiva. Há um ciclo bastante conhecido – e muitas vezes longo – pelo qual ele(a) passa:

O cliente potencial toma conhecimento do tema -> reconhece a necessidade/problema -> demonstra interesse em uma solução -> compara e avalia alternativas -> procede com a compra.

Em todas as etapas o prospect procura uma grande quantidade de informações. Não é difícil concluir que quanto mais a sua empresa ajudá-lo produzindo conteúdo para guiá-lo ao longo do processo, maiores são as chances dele escolher sua empresa ao final.

Além disso, um bom programa de gestão de Leads possui diversas outras vantagens:

  • Permite atrair e reter os potenciais clientes que ainda não estão no momento certo da compra, evitando o “tudo ou nada”;
  • Diminui a fricção no funil, e portanto, aumenta o número de oportunidades concretas geradas pela área de Marketing;
  • Encurta o ciclo de vendas pela educação e estímulo aos Leads;
  • Aumenta a eficiência e a produtividade da equipe de Vendas por entregar Leads mais preparados e no momento certo;
  • Aumenta a retenção do cliente depois da compra, também pela educação e relação de confiança.

Portanto, a missão de um programa de gestão de Leads é identificar os diferentes estágios pelos quais os potenciais clientes passam e alinhar as informações/conhecimentos adequados para entregá-los em cada estágio.

Mas antes de falarmos sobre gestão de Leads, precisamos definir o que é um Lead.

O que é um Lead?

Um Lead é uma oportunidade de negócio para a empresa. De forma mais concreta, Lead é alguém que forneceu suas informações de contato (nome, email, tel., etc.) em troca de uma oferta de valor no seu site (conteúdo, ferramenta, avaliação, pedidos sobre produto/serviço, etc.).

Assim, um Lead é alguém que já demonstrou interesse no tema do seu negócio e que provavelmente gostaria de ouvir mais da sua empresa, tanto em termos de conhecimento quanto sobre ofertas de produtos/serviços. Da mesma forma, é alguém que poderia ser abordado por um membro da equipe comercial, desde que seja o momento certo para tal.

A figura abaixo ilustra onde o Lead se encontra em um funil de vendas tradicional, e onde é a atuação de um programa de gestão de Leads:

Gestao-de-Leads-no-funil-de-vendas

Obs. Em outros tipos de negócio o conceito de Lead pode tomar formas diferentes. Ex.: um usuário cadastrado na versão de teste de um software, alguém que liga para a empresa para buscar mais informações, um assinante de um site de ecommerce, etc.

Por que se preocupar em gerar Leads ao invés de só tentar vender direto

Sobre esse tema já falamos diversas vezes, mas não custa reforçar. Para isso, vamos recuperar alguns trechos do post recomendado anteriormente sobre o conceito do Stadium Pitch do livro The Ultimate Sales Machine, uma das referências na área de Vendas.

O autor (Chet Holmes) identificou que para um mercado qualquer, o momento de compra dos clientes forma quase que um padrão. Segundo ele, apenas 3% do público está ativamente buscando opções e querendo comprar algo e cerca de 6-7% está aberto a propostas. O restante é apresentado na pirâmide abaixo:

leads momento da compra

Como alcançar então um percentual maior da pirâmide e ao mesmo tempo gerar mais credibilidade? É aí que entra a grande sacada do Stadium Pitch. Holmes convida os leitores para responder à seguinte pergunta: imagine um estádio inteiro cheio com os seus potenciais clientes e que você tivesse a oportunidade de falar para todos eles por alguns minutos. O que você falaria?

Grande parte das pessoas responde apresentando a história ou os benefícios do seu produto/serviço, ou seja, fazendo a venda direta. O problema é que basta começar a falar isso e 90% da pirâmide se levanta e vai embora.

Por esse motivo, o seu discurso – e inclua aí o seu blog, Twitter e Facebook, etc. – deve ser centrado em oferecer conteúdo útil para o cliente, independentemente do momento de compra que ele esteja. É preciso falar algo interessante para a pirâmide toda continuar ouvindo.

A geração de Leads vai ao encontro dessa estratégia. Se o site da sua empresa só tiver informações sobre seu produto/serviço, sua mensagem somente ressoará para aqueles 3% a 10% da parte de cima da pirâmide.

Para não “desperdiçar” os outros 90%, sua empresa pode criar ofertas de valor para capturar as informações de contato dessas pessoas e, ao longo do tempo, nutri-las para tentar transformá-las em oportunidades e vendas. (Confira aqui algumas dicas para geração de Leads)

Ainda assim, muitas empresas insistem em querer focar apenas nos prospects que já estão “prontos”, em nome de uma suposta produtividade. O que podemos dizer é que já vimos e ajudamos a fazer funcionar esta máquina de geração de Leads múltiplas vezes. Em todos os casos, não só o número de oportunidades e vendas totais aumentou significativamente, como também o custo de Marketing e Vendas foi ficando cada vez menor ao longo do tempo. Por consequência, essa máquina também é um excelente ativo e uma vantagem competitiva para a empresa a longo prazo.

Por que gerenciar Leads?

Com um trabalho bem feito de Atração e Conversão no topo do funil (figura acima), as empresas invariavelmente caem em um “problema”: o que fazer com tantos Leads?

Já que não podem/querem colocar a equipe comercial para entrar em contato com todos eles, a primeira reação geralmente é tentarspammear a base com suas ofertas de produtos. Isso não só é arriscado por queimar o canal desnecessariamente, mas também é pouco eficiente: segundo pesquisa do Marketing Sherpa com uma grande variedade de empresas B2B, em média 73% dos Leads não estão prontos para a venda.

Por isso, para a área de Marketing só gerar Leads não é suficiente. É preciso ter um processo que ajude os Leads a descer cada vez mais no funil de vendas e “separe o joio do trigo”, entregando para a área de Vendas os Leads com o perfil certo e que já estão mais propensos a comprar a solução.

O que há em um bom programa de gestão de Leads

Neste post não conseguiremos entrar nos detalhes de cada item, mas só para passar uma visão geral, elencamos abaixo quais são os componentes de um bom processo de gestão de Leads.

a) Gerar Leads;
b) Coletar informações de inteligência;
c) Implementar pontuação para os Leads;
d) Fazer a nutrição dos Leads;
e) Gerar oportunidades comerciais;
f) Mensurar e otimizar (com feedback de Vendas).

Esse processo parece complexo (de fato não é simples), mas esse “problema” da gestão de Leads só aparece quando já há um grande volume de geração de Leads e impossibilidade da área de Vendas dar conta de tantas oportunidades de forma produtiva. Por isso sempre recomendamos focar primeiro em volume, depois em otimização.

Recomendamos bastante o Webinar “Gestão de Leads”, em que falamos do assunto e entramos muito mais a fundo.

Fonte: http://resultadosdigitais.com.br/  by  Eric Santos

Drones: Uma nova ferramenta a serviço do marketing

Olá pessoal!

Hoje vamos compartilhar um artigo sobre Drones, sendo utilizados cada vez mais em eventos e atividades que necessitem de sua capacidade de observação. Desejo a vocês uma boa leitura.

Fonte: http://promoview.com.br/

Uma nova tecnologia está entrando com força no mercado do live marketing e traz um ar de surpresa para as ações que são realizadas nos eventos das marcas. São os drones.

Os aparelhos são designados como um Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant) ou Veículo Aéreo Remotamente Pilotado (Varp), também chamado UAV (Unmanned Aerial Vehicle) e mais conhecido como drone, que em inglês significa zangão, e dá nome a todo e qualquer tipo de aeronave que não necessita de pilotos embarcados para ser guiada.

Esses aviões são controlados à distância por meios eletrônicos e computacionais, sob a supervisão e governo humano.

drone_foto_

Normalmente utilizados em missões de inteligência militar como apoio de artilharia no campo de batalha, controle de mísseis de cruzeiro, atividades de patrulhamento urbano, costeiro, ambiental e de fronteiras, atividades de busca e resgate, ganharam destaque quando passaram a ser usados para coberturas em vídeo da imprensa mundial.

No meio do marketing promocional, estes aparelhos, que possuem diversos tamanhos, estão cada vez mais presentes na forma de apresentar produtos e experiências novas.

Recentemente, na  Campus Party, a Globo News (Globo Universidade) realizou uma ação de live marketing em que um drone distribuía brindes aos participantes. Os “kits de sobrevivência” incluíram massagens, cafés da manhã e outras ações para tornar a semana dos jovens acampados no evento mais confortável.

drone-na-campus

Para apresentar a nova linha de notebooks, a agência Tudo também recorreu à tecnologia no evento para a Samsung. Os lançamentos da marca chegavam ao local carregados por drones que atravessaram uma plateia com mais de 200 convidados.

Além de trazer a novidade, os aparelhos executaram uma coreografia, integrados com uma projeção em uma supertela no palco, para entreter os convidados durante um vídeo com a apresentação do produto.

Veja o vídeo da ação abaixo:

De acordo com a agência Tudo, o objetivo era impactar o público demonstrando a mobilidade e a leveza dos notebooks.

Há 29 anos sem título, a Portela apostou em tradição e tecnologia para tentar vencer em 2014. A comissão de frente trouxe um drone em formato de águia, que percorreu toda a avenida saudando o público. Neste ano, a escola homenageou a cidade do Rio de Janeiro, com o enredo “Um Rio de mar a mar: do Valongo à Glória de São Sebastião”, do carnavalesco Alexandre Louzada.

Águia-da-Portela_Foto

Também quem esteve utilizando o aparelho nas festas carnavalescas foi a Skol. A marca que patrocinou e promoveu as diversões no Brasil, utilizou drones para captar imagens exclusivas e inusitadas durante os seis dias de folia.

Salvador (BA), Florianópolis (SC), Ouro Preto (MG), Recife (PE) e Olinda (PE) foram as cidades escolhidas para receber os aparelhos durante o feriado.

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está em trâmites para tornar comum o uso destas pequenas aeronaves em eventos que não sejam experimentais; a discussão da proposta junto aos interessados do setor tem a finalidade de aprimorar a regulamentação.

Em fevereiro, a Anac realizou um evento que fez parte do processo de desenvolvimento do ato normativo da regulamentação. Os estudos para elaboração deste documento se iniciaram no começo do segundo semestre de 2013.

Em seu portal, a Anac divulgou que o normativo proposto ainda será submetido à audiência pública, oportunidade na qual qualquer interessado poderá encaminhar contribuições. Depois de analisadas, a minuta de regulamento será apresentada para deliberação da diretoria colegiada da agência. A realização da audiência pública e a publicação da norma está prevista para ocorrer ainda neste ano.

Toda essa discussão trata da utilização comercial e corporativa dos RPA’s, como serão chamados os drones, em áreas segregadas, pois a agência exige normas mais rigorosas para operações com aeronaves de maior porte.

Na regulamentação assuntos como segurança, tamanho do aparelho e nomenclatura serão discutidos e liberados para uso de acordo seu tamanho e também para que seja diferenciado do original que tem uso exclusivo militar.

Por Amaní Cruz.

______________________________________

VISITE O PORTFÓLIO R2 CREATIVE 

CONHEÇA UM MUNDO DE APRESENTAÇÕES ESPECIAIS!

_____________________________________

Porque ter uma apresentação pessoal?

about_us

Porque ter uma apresentação pessoal?

Houve um tempo em que bastavam um bom currículo, vestir-se bem e sair-se bem nas entrevistas para conseguir oportunidades profissionais. Hoje em dia entendemos que esta questão evoluiu de maneira inteligente e criativa.

E porque inteligente e criativa? Justamente pelo fato das pessoas estarem, cada vez mais, utilizando meios e ferramentas de grande impacto em suas vidas pessoais e profissionais, aproveitando todo o contexto que envolve suas vidas, suas aspirações, ambições e desejos de forma diferenciada dos demais, proporcionado o ideal objetivo atingido.

A visão pessoal, a postura, o linguajar, seus conhecimentos, habilidades, competências, são resultado de sua educação, personalidade e formas de expressão, e aliando todas estas condições a uma Apresentação Pessoal, com certeza poderá ser o diferencial que necessita para conseguir se destacar nos meios que deseja participar.

business-presentation-audience

Muitas pessoas já perceberam isso e procuram, através desta ferramenta, transmitir a mensagem de quem eles são e realizam, o que podem oferecer e onde desejam chegar.

O planejamento da apresentação é fundamental! Faça as perguntas certas para você mesmo (o que eu quero? como realizar? onde desejo chegar? o que desejo ser? o que devo colocar nesta apresentação? quando a utilizarei? até quando?) e assim por diante, até que atenda às suas necessidades. Falar sobre você, seus hobbys, sua vida pessoal, sua forma de trabalho podem fazer a diferença em alguns momentos, pois reflete quem você é.

apresentacao_christopher_galvao_ver2

Temos alguns clientes que, sistematicamente nos procuram para criar apresentações pessoais e direcionadas para seus negócios e projetos pessoais, como forma de obter o sucesso em todos os seus empreendimentos. Trata-se de uma visão atual e com tendência de crescimento. Quanto mais inteligente, criativa e impactante, aliado ao seu poder pessoal e apresentação, melhor serão suas chances entre uma multidão de pessoas que também buscam o mesmo resultado, proporcionando o que chamamos de vantagem competitiva.

Não tem ideia de como preparar uma apresentação pessoal? Procure-nos, nós ajudaremos no planejamento e desenvolvimento de todo o conteúdo. E criaremos uma que atenda aos seus desejos! Conte conosco para uma virada na sua vida pessoal e profissional!

Endobranding: Você sabe o que é?

endobranding

“Endobranding é a forma de a instituição vender, humanizar e difundir uma mensagem, um determinado conceito ou uma ideia que a empresa acredite, fortemente aos seus colaboradores”

Fonte: Fábio Bandeira de Mello, Revista Administradores

Endobranding: uma nova forma de reforçar a marca

Você já ouviu falar do branding interno? Ainda não? O novo conceito pode ser exatamente o que faltava para impulsionar os seus negócios e sua marca.

Marcas, empresas, pessoas, ações, produtos, estratégias, criatividade, metas. Essas, sem dúvida, são palavras continuamente repetidas por todas as pessoas envolvidas com o marketing de uma organização. E, no fundo, os objetivos giram em torno de duas premissas básicas: despertar a atenção do público-alvo e fazer com que esse público lembre o que foi dito, mesmo inconscientemente. Afinal, ninguém quer dar um duro danado em planejar uma campanha para que ela seja completamente esquecida pelo receptor após dez segundos de vê-la.

E quando se fala em público, pensar apenas nos consumidores fora da empresa pode ser um erro estratégico sem igual. Infelizmente, algumas empresas ainda investem muito em comunicação para o mercado, para conquistar clientes, mas nem sempre têm o mesmo cuidado em relação ao público interno. Afinal, aqueles que compõem o dia a dia de uma organização, além de colocarem em funcionamento o negócio, são a verdadeira imagem que a organização vai transmitir para as pessoas de fora.

“Vale destacar que temos um mercado consumidor cada vez mais exigente e mais informado. Um consumidor atento à postura e à atitude da marca. Um consumidor que não tolera um discurso dissonante da prática. Não há como esconder as incoerências estratégicas e os antagonismos existentes entre imagem e identidade. Uma empresa que fala em conexão e comunicação, por exemplo, e não abre espaço para o diálogo interno, certamente não sustentará a sua promessa”, indica Luciane Paim, sócia da agência Oito Endobranding.

Por isso, dar a devida importância ao público interno, seja através de um mix de ações, que podem ser desde o oferecimento de cursos, treinamentos, benefícios agregados e campanhas específicas se torna uma ferramenta para diminuir a rotatividade de pessoal e dar mais motivação, eficiência e qualidade de vida aos colaboradores.

Um conceito que surge como novidade e tem se mostrado eficiente ao trabalhar em conjunto com outras estratégias para o público interno é o endobranding. A ideia é fortalecer uma identidade interna a ser compreendida e valorizada por funcionários de uma organização.

“Endobranding é a forma de a instituição vender, humanizar e difundir uma mensagem, um determinado conceito ou uma ideia que a empresa acredite fortemente aos seus colaboradores. É trabalhar a mesma identidade visual e começar a ter uma estratégia de uniformização na marca para que ela tenha uma cara facilmente assimilada, memorizada e aceita pelo público interno”, indica Paulo Ricardo Meira, doutor em Marketing pela UFGRS e professor do Instituto Legislativo Brasileiro.

Na nova edição do livro Administração de Marketing, os renomados autores Philip Kotler e Kevin Keller já trazem esse conceito e destacam se tratar de “atividades e processos que ajudam a informar e inspirar os funcionários”. Sendo o endobranding o gerenciamento da marca, por exemplo, em um programa motivacional para funcionários, nos eventos que forem planejados, no plano de carreira estabelecido, ou em alguma outra ação envolvendo a organização.

Conheça bem a empresa

Assim como o desenvolvimento e a fixação de qualquer marca, os resultados do endobranding não são automáticos, afinal, não dá pra construir uma marca respeitada, seja ela para o público interno ou externo, em apenas uma ação. Um estudo desenvolvido pela Universidade da Califórnia confirma essa premissa. Os pesquisadores realizaram uma série de experimentos e constataram que frases repetidas, depois de um tempo, são absorvidas mais facilmente pelos ouvintes. Quem escuta, aos poucos, fica familiarizado com o argumento.

Quem trabalha no dia a dia com essa estratégia sabe que uma boa fixação não nasce do dia para a noite. “Endobranding é um processo que demanda certo tempo e envolvimento. Em geral desenhamos um modelo de trabalho em conjunto e vamos adequando as rotas de acordo com as necessidades e de forma integrada com o cliente”, conta Luciane Paim sobre o trabalho desenvolvido pela agência Oito Endobranding.

E para a implementação dessa estratégia, um passo se torna essencial. “A única etapa que é fundamental e não podemos abrir mão é iniciar todo e qualquer trabalho a partir de uma profunda imersão no contexto interno da empresa em questão através de entrevistas, grupos de discussão, observação participante, discussões informais e pesquisas online”, indica Luciane.

Uma das empresas que apostaram nesse conceito foi a Empório Body Store. De acordo com Tobias Chanan, CEO da companhia, uma marca se constrói nos detalhes do dia a dia e o alinhamento da comunicação entre a equipe interna é fundamental para que a entrega seja a esperada pelos clientes. “O aprendizado que tivemos foi comprovar que o alinhamento entre quem somos e porque existimos será decisivo para atingir dos objetivos da companhia”, destacou em seu depoimento ao Oito Endobranding.

A ideia é que as marcas não sejam parte das estratégias de comunicação, mas sim parte estratégica da consolidação da proposta do negócio como um todo. A verdade da empresa deve estar imbuída na atitude e na certeza de seus funcionários que criam e transformam juntos o resultado final, materializando mais que um produto: uma identidade.

NA PRÁTICA

Um exemplo do branding interno é a ação “Senado Solidário”, feito pelo Senado Federal. A imagem de uma flor buscou fazer uma associação positiva com cuidado e carinho e serviu de marca guarda-chuva para diferentes ações de solidariedade, reunidas no hotsite “Senado Solidário” (figura1). O símbolo é então desdobrado em campanhas específicas, como se percebe nas campanhas do Agasalho e Doação de Sangue, em 2012 (figura2 e 2.1) Ambas as campanhas, realizadas em 2012, superaram o êxito do ano anterior, no qual não havia ainda uma estratégia de branding organizada. A identidade visual prosseguiu em 2013 (figura 3), na qual foi possível maior identificação profissional às campanhas.

NÃO CONFUNDA

Endomarketing

Um conjunto de ações utilizadas por uma empresa para vender a sua própria imagem a funcionários e familiares. É a utilização de modernas ferramentas de marketing, porém, dirigidas ao público interno das organizações.

Endobranding

Atividades e processos de administração de marca em programas internos e motivacionais que ajudam a informar e inspirar os funcionários.

*Definição de Paulo Meira, professor e doutor em Marketing pela UFGRS