3 ideias para provocar quem trabalha com comunicação

 

Fonte: http://midiaria.wordpress.com

Publicado por

As mídias sociais, com todas as oportunidades que elas oferecem para conectar pessoas, continua a transformar as relações entre empresas e seus públicos. Nesse sentido, o profissional de comunicação e/ou marketing é uma figura muito importante no universo B2B.

Quem atende mais de uma empresa, seja fazendo sua comunicação ou seu plano de marketing, pode ser o facilitador de novas parcerias e negócios. Como? Compartilharei a seguir três ideias que podem ajudar seus clientes a crescer… e você também!

Encontre oportunidades para seus clientes
Quem monitora os perfis de uma determina empresa ou marca nas redes sociais deve sempre ter o negócio do cliente em mente. Não somente para saber comunicar sua mensagem, mas também para identificar comportamentos de consumo dos clientes finais e possíveis oportunidades de novos negócios. Para encontrar tendências, recomendo o uso do Alertas do Google e do Social Mention, este último mais restrito por conter apenas termos em Inglês. Com eles, é possível receber notificações dos tópicos que são relevantes para o seu universo e, quem sabe, encontrar parceiros para uma nova solução de produto ou serviço.

Conecte clientes, mesmo que de setores diferentes
Há uma grande diferença entre ser abordado por um fornecedor desconhecido e receber a recomendação de uma pessoa da sua confiança. Imagine a situação: você trabalha a comunicação de um serviço de buffet e o marketing de um centro de treinamentos. Que tal aproximar essas duas empresas para que o buffet passe a oferecer o coffee break nos intervalos dos cursos oferecidos pelo centro? Ganham os novos parceiros, ganha você por fazer essa “ponte”.

Promova seus clientes além do planejamento estratégico
Além das planilhas com toda a tática de marketing e o cronograma de ações desenhado para seu cliente, um plus é tornar-se embaixador da marca para a qual você trabalha. Recomendar à sua rede de contatos os lançamentos, promoções e eventos dos seus clientes faz a diferença para eles e, possivelmente, para seus amigos.

Meu ponto

Trata-se de uma questão de reciprocidade! Uma postura mais proativa do profissional de comunicação e marketing traz benefícios para quem ele atende e, certamente, mais relevância e respeito para seu trabalho.

 

Anúncios

Sem informação não há criação!

(Imagem de http://www.sargentsfineart.com)

O sucesso pleno de um projeto de design online, off-line e de uma campanha publicitária, além da criatividade da equipe envolvida no projeto, se deve muito a elaboração de um bom briefing. Essa é, ou pelo menos deveria, ser a etapa inicial e uma das mais importantes realizadas pelo atendimento junto ao cliente, é o momento de conhecer melhor a empresa, os serviços e/ou produtos oferecidos e as expectativas do cliente em relação ao resultado final do projeto.

Um briefing bem elaborado direciona o trabalho do criativo com foco em atender a expectativa do cliente, tendo maiores possibilidades de aprovação com o mínimo de alterações no projeto, evitando assim o retrabalho que é o grande vilão responsável, na maioria das vezes, pelos  atrasos na entrega do projeto final com prazos já tão apertados.

Os tópicos a seguir para a  elaboração de um briefing são fundamentais para direcionar melhor o trabalho do profissional de criação:

1 – Objetivos do Projeto

Informações sobre o objetivo a ser atingido com a implementação do novo projeto, que pode ser: mudança de identidade visual, lançamento de produto, novo posicionamento da marca em relação a concorrência, são diversas as possibilidades.

2 – Concorrentes

Conhecer ao máximo pelo menos três concorrentes diretos, observando aspectos técnicos do produto, sistemas de produção, o diferencial de cada um e o posicionamento das marcas no mercado.

3 – Informações sobre a empresa

Informações sobre a empresa como: sua história desde a fundação, missão, valores, infraestrutura e o histórico de ações desenvolvidas no passado.

4 – Detalhes técnicos do produto e/ou serviço (lançamento)

Detalhes técnicos, assim como o máximo de informações possíveis sobre produto e/ou serviço são importantes para destacar como diferenciais na comunicação.

5 – Oportunidade de mercado

Análise do mercado no segmento de atuação da empresa para identificar a oportunidade para lançamento de um novo produto e/ou serviço.

6 – Posicionamento da marca em relação à concorrência

Existem diversas marcas e produtos similares no mercado, mas qual o posicionamento da marca em relação à concorrência? O que a faz estar nessa posição? Quais seus diferenciais?

7 – Público-Alvo  (Target)

Quem é o público-alvo? Essa é a umas das principais questões para a criação de peças impactantes que “conversem“ de forma eficiente com o público a ser atingido.

8 – Abrangência geográfica

A ação será regional? Ou em todo o território nacional? Ou ainda, será uma campanha internacional? São informações importantes para adequação cultural do projeto que será visível nas peças desenvolvidas.

9 – Visual

Definir o visual da campanha de acordo com a mensagem que a empresa quer passar. Algumas empresas tem restrição no uso de algumas cores, por exemplo, para essas informações o ideal é ter acesso ao Manual de Identidade Visual da empresa, esse material ajuda muito na elaboração dos layouts no processo criativo, é possível saber o que pode e o que não pode ser feito.

10 – Expectativa em relação ao público-alvo

O que o cliente espera ter como resultado com a implementação do projeto. Prever como será a receptividade do público-alvo.

11 – Considerações gerais das ações no meio digital e impresso

Nas considerações gerais informar o que foi definido com o cliente em relação às ações no meio digital e impresso, quais peças serão divulgadas em cada meio e como as ações serão conduzidas.

12 – Cronograma

Elaboração de um cronograma com todas as etapas para desenvolvimento do projeto desde o primeiro contato com o cliente até a entrega do projeto final.

Fonte: http://midiaria.wordpress.com