Você sabe o que são INFOGRÁFICOS?

Cada vez mais os formatos da  comunicação inovam-se e permitem uma exposição clara dos objetivos a serem atingidos por pessoas e empresas. Nesta última década uma tendência se destacou pela simplicidade e eficácia no momento da comunicação, seja ela estilo corporativo ou até mesmo despojada, os Infográficos se tornaram ferramentas excepcionais na arte de informar e alia a comunhão de imagens e textos de uma maneira inteligente e atraente para todos os públicos.

Hoje estaremos compartilhando um pequeno resumo desta ferramenta e suas variadas aplicações. O texto foi escrito por Eduardo Engelmann, gerente de produtos da Impacta Art & Design e Gestor do Clube do Designer.

Leiam a seguir este resumo:

Infográficos são representações visuais de uma informação. Bacana, mas o que significa isso? O que realmente é isso?

Todo ser já viu um infográfico, sabe como é, mas não sabia que tinha esse nome. Por exemplo, você abre o jornal e tem um gráfico demonstrando a evolução do câmbio entre dólar e real. Isso é um infográfico.

Numa outra matéria sobre os problemas do joelho do Ronaldo, você vê um desenho mostrando ossos, músculos e cartilagens do joelho – não é aula de anatomia, é infografia.

Foi descoberta uma nova reserva de ouro no Estado de Roraima – aparece um mapa do Brasil com o Estado de Roraima em destaque – também é infografia.

Vai começar o campeonato brasileiro, na matéria temos a tabela do campeonto – isso também é infografia.

Infografia é uma forma ilustrada, por desenhos ou fotografias, ou ainda juntando os dois, de forma a apoiar o texto de uma matéria ou ainda de um determinado assunto. Alguns livros técnicos utilizam demais a infografia. O manual do seu carro é repleto de infográficos. O manual do seu liquidificador, que você provavelmente não abriu uma vez sequer, é repleto de infográficos.

Basicamente a infografia é empregada onde a informação precisa ser explicada de uma forma mais dinâmica, mais visual, facilitando assim o entendimento do texto.

A infografia é um recurso muito antigo e considero (eu considero) Leonardo da Vinci o pai da infografia moderna. Sim, já existia infografia antes de Leonardo, mas ninguém sabia que se chamava infografia.

Hoje, com a necessidade da informação ser absorvida de maneira mais rápida, os infográficos estão sendo utilizados em grande escala. Mas há que se ter consciência de um detalhe: a infografia não pode competir com um texto, ela tem que complementar o texto. E isso é uma das tarefas mais complexas de ser executada.

Acredito que o infografista, profissional caçado a laço devido à escassez no mercado, exerce uma das atividades mais complexas do design gráfico.

Por que?

Porque o infografista completo deve possuir algumas qualidades que tornam esse profissional escasso. Vamos a elas:

1)  Saber interpretar um texto, ou seja, tem que gostar de ler.

2) Saber escolher o que deverá ser apresentado no infográfico, aquilo que realmente é importante.

3) Saber rafiar – sim, tem que saber desenhar – não precisa elaborar uma ilustração, mas efetuar a marcação do que será desenhado, qual a sequência e com um aproveitamento de espaço que não brigue com o texto.

4) Conhecer o trio calafrio: Photoshop, Illustrator e Indesign – são os três softwares mais utilizados no desenvolvimento de infográficos.

5) Saber diagramar – muitas vezes a página que contém infográficos é diagramada pelo infografista.

6) Saber trabalhar em equipe – essa equipe é composta de pelo menos duas pessoas, o autor do texto e o infografista.

7) Ser ágil, rápido na criação e execução da arte, principalmente se for trabalhar em jornais.

8 ) Gostar de blues – coloquei isso porque sou apaixonado por esse estilo musical.

Ouvi um comentário num seminário de infografia há 5 anos, onde um dos palestrantes, perdão, não lembro o nome do cara, disse o seguinte: “- Se você desembarcar no Aeroporto Kennedy em Nova York, segurando uma placa escrita I WORK WITH INFOGRAPHICS, alguém irá se aproximar de você e oferecer um emprego.”

__________________________________________

Entre em contato conosco: contato@r2creative.com.br e peça já o Infográfico que você precisa para se comunicar com seu público.

__________________________________________

R2 Creative, especializada na criação de

Apresentações Profissionais

__________________________________________

 

Dicas para Apresentações em Power Point

Olá, vejam a seguir algumas dicas que podem auxiliar na exposição de apresentações:

1. A “Capa” da apresentação é fundamental e deve constar informações que reportem ao tema central;

2. Defina um roteiro, objetivos e insira as informações que necessita;

3. Use 1 a 2 minutos por slide durante a sua apresentação.

4.  Escreva sob a forma de frases ou palavras-chave. Use cerca de 3 delas em cada slide, no máximo;

5. Evite parágrafos longos. Slides com muito texto dificultam a visualização e tiram o interesse da platéia;

6. Mostre um ponto de cada vez. Se você tentar mostrar muita coisa, o público irá se desconcentrar do assunto principal;

7. Ao passar para um novo slide, aguarde cerca de 3 a 5 segundos para que o público possa ver o mesmo;

8. Sempre use fontes padrão, como Times New Roman ou Arial. São mais fáceis de ler. O tamanho dever ser, no mínimo, 18 pontos. Os pontos principais podem ser destacados com um tamanho de fonte maior (24) e os secundários com tamanho menor (18-20);

9. A palestra é importante e o assunto deve ser direcionado de acordo com os objetivos e os slides devem ser bem preparados para a melhor compreensão da platéia. Fale para o público e não para os slides. Nunca dê as costas para o público;

10. Os efeitos especiais, não devem ser usados com exagero e sim em situações específicas. São distrações que não ajudam a sua apresentação;

11. Use fontes com cores que contrastem fortemente com o fundo da sua apresentação. Use cores ou tons diferentes para enfatizar um ponto ou idéia. Mas sem abusar deste recurso;

12. Dê preferência a fundos claros e simples, sem muitos detalhes ou cores;

13. Apresentações no formato de gráficos são menos cansativas do que tabelas;

14. Atenção para a poluição visual. Use de cores em demasia ou com muitas figuras ou texto em um mesmo slide dificulta o entendimento do público;

15. Cuidado com a linguagem. Verifique a ortografia, sintaxe e sentido das palavras usadas;

16. Crie um slide específico para concluir sua apresentação;

17. Questões e dúvidas. Sempre ao final. Evite responder questões durante a apresentação. Isto interrompe a mesma e causa dificuldade na continuidade dela. Esclareça seu público logo no inicio que existirá um tempo para as questões e dúvidas ao final da apresentação;

18. No final agradeça ao público presente. Gentileza gera gentileza;

19. Deixe alguma forma de contato possível no final da apresentação, sempre existirão pessoas que podem querer falar com você a respeito do assunto da palestra;

20. Sempre esteja preparado. Traga a apresentação em 2 ou mais cds ou pen-drives.

São dicas simples e que podem colaborar com seu planejamento do evento.