Apresentações Profissionais e Acadêmicas_Uma história bem definida_parte 1

slide

Olá pessoal!

Não me canso de afirmar que se queremos ter uma apresentação que cause impacto e impressione pela beleza, qualidade visual e conteúdos, importante saber que algumas questões devem ser bem definidas antes da sua idealização e criação.

Imagine você escrevendo um livro ou até uma simples redação, qual é o principal ingrediente  que cativa e chama a atenção? O que é que desperta nas pessoas a curiosidade de ver o próximo slide, a próxima página, para saber o que vai acontecer no momento seguinte. Posso afirmar com certeza que este principal ingrediente na concepção é e sempre será, o seu roteiro.

As melhores apresentações são aquelas que “contam” uma história bem definida, com começo, meio e fim. Quando contamos uma história, a compreensão do público é muito mais clara, o entendimento do conteúdo é muito maior e encanta aquele que visualiza suas próprias aspirações no contexto apresentado. Sem dúvidas, vai impressionar e chamar a atenção de qualquer público e em qualquer momento. Seja criança ou adulto, todos adoram uma bela história.

O roteiro é a peça chave fundamental na criação de uma apresentação e depois de elaborado, é só deixar a imaginação do design agir para mostrar o conteúdo de maneira criativa e capaz de encantar.

A R2 Creative, sempre se preocupou com essa linha de pensamento e é por isso que considera o roteiro a principal “arma” na criação de uma Apresentação Vencedora, e para isso trabalha fortemente junto ao seu cliente o levantamento de informações capazes de atendê-lo e torná-lo satisfeito e feliz com o resultado. Nosso diferencial é ajudar o cliente a contar essa história.

É lógico que existem outros ingredientes, mas esta é uma outra história.

Não importa se corporativa, pessoal, produtos, serviços, projetos, acadêmicas, etc., todas elas necessitam de uma ótima história para brilhar.

Conte uma bela história, o restante é só deixar em nossas mãos!

Pense nisso antes de criar a sua apresentação. Precisa de ajuda para criar a sua?

Fale conosco marcelo.rachid@r2creative.com.br e peça um orçamento sem compromisso. Se desejar, adicione meu celular e poderemos conversar via Whatsapp ((11)97655-2347

Até a próxima publicação! Abraços a todos!

Nota: Publicado originalmente na rede Linkedin.

Anúncios

Apresentações Pessoais e Profissionais

Slide12

O mercado profissional e até o informal está em constante fase de mutações. Todos os dias surgem novidades quando o assunto é comunicação, marketing, divulgação, etc.

Marketing de Conteúdo, Geração de leads, Sites Modernos em modelos responsivos, Redes Sociais cada vez mais preparadas para oferecer alternativas interessantes, estão hoje preparadas para hospedar diversos meios de comunicação, sendo as apresentações uma delas.

Uma avalanche de possibilidades está inundando o mercado e que após o advento da internet, permite a aproximação em tempo real com qualquer parte do planeta.

Dentre todas essas possibilidades, existem elementos criativos que compõem este maravilhoso cenário e entre eles eu destaco as Apresentações, como uma das mais interessantes e úteis quando desejamos nos comunicar e divulgar o que somos e o que fazemos de maneira efetiva em todos os sentidos, pois, salvo algumas exceções, são de curta duração, objetivas, práticas e passam a mensagem necessária que o interlocutor deseja transmitir ao seu público. Não importa o software ou aplicativo usado para criá-las, hoje em dia podem ser visualizadas em todos os canais possíveis de comunicação (TV, Banners Eletrônicos, Totens, Sites, Nuvens, Aplicativos, Computadores, Tablets, Celulares, etc.)

A R2 Creative utiliza diversas formas e pacotes para a criação das apresentações e não está somente preocupada em vender produtos ou serviços, mas tem a constante preocupação em orientar o cliente em todas as etapas para que ele possa ter acesso à melhor apresentação que corresponda às suas expectativas.

Apresentação pessoal, profissional, institucional, para negócios, lançamento de produtos, divulgação de serviços e oportunidades, trabalhos acadêmicos, para quem quer conseguir um emprego, etc, enfim, são inúmeras possibilidades, todas esperando por você que deseja dar um “Up” em sua vida pessoal e profissional e colocar o seu negócio em evidência.

Entre com CONTATO conosco e deixe-nos ajudá-lo a encontrar a sua melhor opção.

Acesse nossa área de PORTFÓLIO e conheça algumas de nossas criações.

R2 Creative – O mundo da criação de Apresentações Profissionais, Pessoais e Acadêmicas.

CERVEJARIA FAZ CANADENSES CANTAREM PARA ABRIR GELADEIRA

R2 Creative

“Um mundo de Apresentações Especiais”

————————————————————————————————————–

Olá pessoal!

Não me canso nunca de perceber a capacidade de criação das pessoas. A iniciativa da cervejaria Molson e a agência Rethink mostrou como isto é possível, além de divulgar a marca e divertir ao consumidor. Muito bom mesmo! Leiam a seguir:

———————–

A marca de cerveja Molson é conhecida por usar o senso de patriotismo dos canadenses em suas campanhas. E desta vez teve a ideia de fazê-los cantar o hino nacional para abrir uma geladeira colocada em alguns lugares inusitados pelo país.

Idealizada pela agência Rethink, a ação de live marketing foi pensada com o objetivo de comemorar os 147 anos do Canadá. Para que a geladeira abrisse, era preciso empolgação e precisão, do início ao fim do hino.

 canadense

O senso de patriotismo também foi estendido para turistas que quisessem ganhar uma cerveja gelada. É claro que para esses a tarefa foi um pouco mais difícil, afinal, a maioria dos cidadãos sequer sabe o hino completo do seu país, o que dirá de um distante!

Confira no vídeo o desempenho dos participantes – e pare de criticar os brasileiros que não sabem cantar o hino nacional. O mal, aparentemente, é global!

(Este vídeo foi bloqueado pela Molson Canadian)

Caso desejem vê-lo acessem a página deles no facebook: https://www.facebook.com/photo.php?v=10152144449536956&video_source=pages_finch_main_video  

—————————————————————

Fonte deste artigo: http://promoview.com.br/

Facebook para empresas

site_facebook_empresas

Fonte: http://www.maiswebmarketing.com

Recentemente foi criado um novo website, em formato fórum, dedicado à partilha de conhecimento sobre Facebook e redes sociais.

Registe-se gratuitamente em www.facebook-empresas.net e receba ofertas que o vão ajudar a obter melhores resultados no Facebook e nas redes sociais. Vai poder aprender técnicas para captar fãs, para, desta forma, aumentar o seu número de contatos e potenciais clientes.

Pode também tirar dúvidas com os outros membros e aprender muitas dicas para aplicar nas suas páginas.

Funcionalidades e vantagens deste website Facebook Empresas;

  • Mobile – versão otimizada para smartphones e tablets
  • Organizado por categorias e tópicos
  • Sistema de reputação para reconhecer os membros que mais contribuem, tópicos mais vistos, mais comentados e melhor avaliados
  • Integração com Facebook e redes sociais
  • Os novos tópicos são publicados automaticamente no grupo e página desta comunidade, criando assim ainda mais dinâmica
  • Fale por chat com os membros online (como no Facebook)
  • Registe-se apenas com 1 clique através do Facebook
  • Estabeleça contactos de networking e encontre oportunidades de negócio
  • Menus de ajuda, com recursos, guia de iniciantes, links, artigos, vídeos, agenda de eventos e muito mais
  • Ofertas especiais para membros

—————————————————————————————————————————————–

Este artigo foi escrito por Miguel Brandão. Licenciado em Marketing, Publicidade e Relações Públicas. Frequentou durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Foi estudante durante 1 semestre letivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Trabalha com a Internet desde 2004 em WebDesign, SEO, SEM, WebMarketing, Email Marketing, Link Building, Landing Pages e posicionamento de websites. Já escreveu 447 artigos.

As novidades do Marketing Digital 2012

As novidades do Marketing Digital 2012 As novidades do Marketing Digital 2012O marketing gital exerce um papel determinante no sucesso de uma empresa na internet. É impossível ter sucesso no comércio eletrônico se sua empresa não é conhecida, não é lembrada e se ninguém nunca ouviu falar da sua marca.

O ano de 2012 chegou e já promete grandes resultados ao comércio eletrônico brasileiro, principalmente, no que se refere ao marketing exercido na web. Em termos de divulgação e exposição da empresa, o avanço tecnológico proporciona mudanças que devem acirrar ainda mais a busca por destaque no mercado virtual.

Neste sentido, as novas características adotadas para o marketing digital neste ano devem estar evidenciadas na estratégia de divulgação das lojas virtuais, para que as mesmas conquistem seu espaço na web.

Sofisticação do SEO

Estima-se que a otimização para sites de busca (Search Engine Optimization) fique mais sofisticada em 2012. Isso porque a difusão muito rápida de informações torna o Google mais exigente para dados relevantes e atuais. Por isso, como a concorrência pela primeira página está aumentando, além das técnicas corretas de otimização é preciso trabalhar com informações atuais e relevantes em sua loja virtual;

Conteúdo relevante nas mídias sociais (Social Media Optimization)

A mídia online deixa de ser simplesmente uma reunião de clientes que buscam receber ofertas, e se torna um canal de informações relevantes sobre temas relacionados ao segmento para atrair o consumidor não apenas com promoções, mas também com informações, principalmente, porque o público está mais exigente e deseja integração;

Links patrocinados ficam mais caros

Um dos motivos pelos quais o SEO estará mais acirrado é porque o custo da divulgação via links patrocinados se tornam mais caras. A procura pela compra de palavras-chave aumenta e a grande demanda eleva o valor das mesmas. Para driblar a situação é preciso saber investir, comparar palavras e sinônimos conforme o segmento da loja;

Vídeos para divulgação

Entre as novidades para o marketing digital 2012 destaca-se o aumento no uso de vídeos como forma de divulgação. Pesquisas indicam que, em média, 900 mil horas de imagens são postadas no You Tube por mês e, além disso, especialistas dizem que até 2015, 90% do conteúdo na internet estará em vídeo. Nesse sentido, que tal começar a desenvolver marketing através de vídeos institucionais, depoimentos e entrevistas com clientes, apresentação e formas de uso de um produto?

O sucesso na web é uma questão de adaptação. Em se tratando de e-commerce, quem sabe se adaptar e ser flexível sai na frente, pois o avanço tecnológico traz mudanças muito rápidas no cenário virtual. Há algum tempo, a divulgação era feita boca a boca, pela TV ou pelo rádio. Hoje, além de ser feita via web, a propagação de informações deve ser adequada ao segmento, ao público e às inovações do mercado.

R2 Creative: Seguir e Curtir sempre uma boa opção!

A R2 Creative, sempre preocupada em oferecer produtos, soluções e condições para você se comunicar com qualidade, também possui este canal, que tem como principal objetivo, compartilhar informações que giram no mundo da comunicação, marketing, propaganda, publicidade, design, etc.

Aqui, temos este espaço aberto para todos que desejarem colocar suas ideias e conhecimentos nestas áreas, além de replicar notícias, artigos e informações de interesse da comunidade que curtem estes assuntos.

SIGA-NOS!

Apresente-se conosco, curta nossa página no Facebook (http://www.facebook.com/pages/R2-Creative/185162011573268),

Visite nossa página na internet (www.r2creative.com.br) e aproveite a oportunidade para ver nossa Apresentação Institucional (www.r2creative.com.br/apresentacao_r2creative.zip)

Entre em contato, deixe seu comentário, solicite informações e peça um orçamento sem compromissos em contato@r2creative.com.br

Seja bem vindo ao mundo das Apresentações bem sucedidas!

Blog corporativo um grande aliado na comunicação empresarial

Fonte: http://midiaria.wordpress.com

Você sabe qual é a definição de blog? Ele pode ser definido como um registro publicado na internet relativo a algum assunto, organizado cronologicamente como um diário. Os blogs são páginas da internet que podem ser colocadas no ar por qualquer pessoa física ou organização e tem como objetivo expor uma opinião para que os internautas possam debater, responder, comentar, etc.

Os blogs podem aproximar as empresas com estruturas organizacionais formais para os clientes. São mídias de comunicação pessoal e interativa, um canal de comunicação perfeito para empresas, principalmente no que trata do relacionamento com os seus públicos. Pode se destacar como vantagens do blog corporativo:

  •  leitura agradável e cronológica;
  •  mídia de fácil manutenção;
  •  baixo custo;
  •  não requer treinamento para iniciantes;
  •  é interativo, permitindo: links, comentários, etc;
  •  é personalizado e demonstra o conhecimento do escritor sobre o assunto abordado;
  •  permite a criação de uma comunidade.

Abaixo, apresento dois exemplos de blogs corporativos que atendem e trazem novidades diárias aos seus consumidores:

– Eu uso a cuca (Carrefour): o Carrefour expõe um conteúdo que trata da qualidade e variedade dos produtos, atendimento, ambiente da loja, responsabilidade social e preços, mantido por clientes que possuem uma relação próxima com a empresa. A palavra CUCA significa, Consumidores Unidos Carrefour.

 

– Blog Consultoria (Natura) : a Natura desenvolveu o blog Consultoria, espaço criado para troca de informações e experiências sobre os assuntos que permeiam a atividade de consultoria, como lançamentos, promoções e temas socioambientais.

 Compartilho um estudo, em que é abordada uma análise dos blogs mantidos por sete das maiores empresas do Brasil – confira aqui.

Muitas empresas ainda têm receio na criação de um blog, de fazer dele um canal de comunicação transparente, e a partir dele gerar comentários ruins e reclamações. A verdade é que um blog corporativo não deve ser tratado só como um canal de relações públicas e imprensa, mas também como uma ferramenta de marketing e relacionamento. Acredite, ele pode ser um grande aliado para sua comunicação!

Infográfico: qual é o retrato do uso das redes sociais nas empresas brasileiras?

____________________________________________________

Fonte: http://midiaria.wordpress.com  (Publicado por )

Recente pesquisa apresentada pela Gentis Panel que entrevistou 1.709 pessoas, de presidentes a estagiários em empresas brasileiras, chegou nos seguintes resultados, destacados no infográfico a seguir:

 

Analisando os pontos de destaque do infográfico e da pesquisa

– 77% dos entrevistados usam Facebook (dentro e/ou fora do trabalho);
– 50% dos respondentes têm o LinkedIn como a segunda rede mais acessada. Vale lembrar que as entrevistas foram feitas com um público corporativo;
– 55% dos entrevistados são a favor do uso de redes sociais em ambiente corporativo.

  • Motivos dos indivíduos serem A FAVOR do uso de redes sociais em ambientes corporativos:

– 80% – Colabora com networking entre profissionais e com a geração de novos negócios para a empresa;
– 60% – Facilita a comunicação e a socialização entre funcionários;
– 44% – Permite estar por dentro do que é falado sobre a empresa na web;
– 43% – Ajuda a aliviar o stress do dia a dia por manter as pessoas conectadas com amigos e familiares.

  • Motivos dos indivíduos serem CONTRA o uso de redes sociais em ambientes corporativos:

– 95% – As pessoas não conseguem separar o uso pessoal do uso corporativo. Perde-se muito tempo de trabalho com assuntos pessoais;
– 31% – Facilita o vazamento de informações confidenciais para pessoas indevidas;
– 31% – Aumenta o risco de exposição indevida da marca por meio de pronunciamentos indevidos de funcionários que não estão autorizados a falar em nome da empresa;
– 31% – Fonte de informação desnecessária e irrelevante para o trabalho;
– 26% – Fazem uma exposição pessoal inadequada ao ambiente de trabalho;
– 12% – Afasta as pessoas de um contato pessoal real mais produtivo e social (olho no olho).

Qual a sua opinião referente ao uso das redes sociais no trabalho?

Memes: o que são esses virais que estão transformando a forma como nos comunicamos

_________________________________________________________________________

Fonte: http://www.administradores.com.br   Por: Por Eber Freitas, Revista Administradores

Desenhos toscos, piadas criativas e vídeos virais podem parecer apenas uma forma de distração, mas também representam o surgimento de novas linguagens e formas de comunicação em um mundo onde as fronteiras e tabus são motivo de riso.

Na escola você inventou um método de trapacear na prova colocando as respostas em uma pasta transparente ou no caniço da caneta e achou que era um gênio por isso? Chegou a achar que foi o único no mundo que queria ser algo mais do que um melhor amigo para uma certa pessoa? Ou ainda se sente deslocado por achar mulheres (ou homens) comuns mais atraentes do que modelos?

Bem, se você ainda não sabe, essas situações são frequentes no mundo todo e compartilhadas diariamente, enquanto um usuário aleatório no Facebook observa e comenta: “caramba, pensei que isso só acontecia comigo”. E rapidamente aquele relato construído através de desenhos inusitados, músicas remixadas ou vídeos vai alcançando cada vez mais usuários até atingir extremos inimagináveis.

Os memes – nome dado a essas, digamos, unidades – é um conceito um pouco mais antigo e filosófico do que parece. Em 1976, o biólogo evolucionista britânico Richard Dawkins publicou o livro O gene egoísta, no qual propõe um elemento ligado ao conceito de cultura, relativo à transmissão de memória e conhecimento: o meme – adaptação do grego mimeme (imitação) e aproximação do francês même (mesmo) – é um replicador da cultura humana. Assim como os genes na reprodução sexuada, o seu propósito é a proliferação. A metáfora é válida para os hits diários que povoam a web, os slogans que caem no gosto dos cidadãos digitais, e até para certos versos musicais indesejados. Sendo assim, as nossas mentes se transformam nos instrumentos de sobrevivência e replicação dos memes.

 Imagem: reprodução/ revista Administradores

 

Desafio aceito

Pierre Lévy, o filósofo da cibercultura, defende a existência de quatro espaços: a Terra, o Território, a Mercadoria e o Saber. Os processos “mêmicos” se dão, evidentemente, no espaço do Saber, não-territorial e tão etéreo ao ponto de quase inexistir. É por aqui que os inteligentes coletivos – chamemos de internautas – configuram-se e reconfiguram, criando novas linguagens, artes, formas e dispositivos comunicacionais, potencializados pela ubiquidade da web.

Quer uma boa desculpa para dar ao seu chefe ou professor quando for flagrado vendo bobagens no computador? Lá vai uma do próprio Pierre Lévy: “Cada vez que um ser humano organiza ou reorganiza sua relação consigo mesmo, com seus semelhantes, com as coisas, com os signos, com o cosmo, ele se envolve em uma atividade de conhecimento e de aprendizado”. Depois é só acrescentar uma cara de troll (tabela 1) no final.

No contexto da World Wide Web e sua cultura múltipla, sem fronteiras e sem forma, um bebê fazendo pose de quem obteve sucesso em uma empreitada (tabela 2) é o background de histórias comuns que acontecem com várias pessoas em várias partes do mundo. E a mesma imagem é utilizada em diferentes relatos, de forma completamente ametódica, porém engraçada e interessante em sua simplicidade, de forma que a replicação é intensa – em alguns casos duradoura, até passar a moda.

Não é preciso ser um internauta viciado para lembrar da – perdoem a terminologia – cantora mirim Rebecca Black e sua ode à sexta-feira; toda prévia de fim de semana tinha que ter a Friday nos trending topics das redes sociais, até que os usuários cansaram disso. Pessoas solitárias se transformam no forever alone (3), quem executa uma tarefa com perícia ganha o like a boss (4) e um dinossauro coçando o queixo (5) é quem faz os questionamentos sobre a vida, a morte e outros assuntos dos quais se ocupa a filosofia (ou não). Dessa forma, avacalhando com a cátedra, profanando o sacro, é que as coisas se tornam tão somente engraçadas. Até temas sérios como a pedofilia ganharam versões em memes.

De onde vêm?

Sabia que o primeiro emoticon de que se tem registro foi criado em 1982 por Scott E. Fahlman, pouco tempo após a publicação de Burning chrome – conto ciberpunk de William Gibson onde é cunhado o termo “cibercultura”? No começo da história dos memes ainda era fácil determinar a autoria e a verdadeira origem das ideias antes de elas se propagarem desordenadamente.

Hoje é quase impossível: é como encontrar dinheiro no chão da sala de aula e perguntar de quem é. A coisa toda só funciona assim, ninguém registra direitos de cópia após “inventar” um meme, por isso, muitas vezes é impraticável rastrear a sua origem e até o seu criador – embora alguns traços denunciem sua origem ou, pelo menos, sua inspiração. Barack Obama, Yao Ming, Jackie Chan e até o astrofísico Neil deGrasse Tyson esboçaram reações que se transformaram em memes famosos.

A proliferação dos memes acontece principalmente em sites como o 4chan, Reddit e 9gag, além de blogs hospedados no Tumblr. Boa parte deles saiu desses redutos obscuros da web, que detêm uma quantidade de acessos surpreendentemente alta e geralmente aceitam contribuições livres de qualquer usuário gratuitamente, submetendo a qualidade dos memes às votações dos outros usuários.

Esse processo de construção de novas estruturas de linguagem com a participação de usuários proativos demonstra que a internet é bem mais do que o caos informacional apregoado por muitos acadêmicos de alta estirpe. Na verdade esse advento foi uma alternativa mais do que válida e aprovada pela sociedade aos modelos tradicionais e desgastados de acesso à informação, como a televisão, o rádio, as bibliotecas e jornais, tanto é que os próprios estão sendo obrigados a se reinventar em um ritmo de urgência para evitar a própria obsolescência. Além disso, ao ignorar o “politicamente correto” das plataformas tradicionais, as pessoas articuladas pela web recuperaram uma capacidade que começava a se tornar rara: a de rir.

Memes de sucesso

(1) Trollface: foi criada por Carlos Ramirez (Whynne), um usuário do DeviantArt (site onde artistas de todo o mundo divulgam seus trabalhos) em 2008 e se tornou popular no 4chan. A expressão irônica com o sorriso largo, olhos estreitos e traços grosseiros indica a satisfação ante a irritação de outra pessoa.
 
 
   (2) Success kid: Sammy tinha apenas 11 meses quando foi tirada essa foto na praia, em 2007. A boca e a mão cerradas, salpicadas de areia, lembram uma expressão de vitória, o que foi suficiente para que a imagem se espalhasse pela rede com diversas histórias descritas apenas pela hilária expressão. Hoje Sammy tem 4 anos… será que ele vai fazer essa mesma cara quando tiver idade para saber que uma foto sua percorreu a internet?
 
 
  (3) Forever alone: quem nunca se sentiu só nessa vida, às vezes por períodos tão prolongados que a sensação é de uma eternidade de solidão? Sua origem é desconhecida, mas a postagem mais antiga com o forever alone data de abril de 2010, no 4chan. Às vezes a nomenclatura é alterada para se adaptar melhor à situação (forever a kraken, ou forever a scone).
 
 
   (4) Like a boss: às vezes conseguimos fazer uma coisa tão bem feita que nos enchemos de orgulho por um momento. Por vezes essa emoção é descrita por uma rage comic – de nome indecoroso -, outras por fotografias de situações características, como beijar a namorada durante uma manobra na motocicleta.
   (5) Philosoraptor: era para ser apenas a estampa de uma camiseta, mas a imagem do velociraptor em pose de questionamento caiu nas graças dos usuários do 4chan. Foi desenhado em 2008 pela loja online Lonely Dinosaur e rapidamente se espalhou pela web junto a questionamentos metafísicos e filosóficos essenciais acerca da existência, tais como: “se uma pessoa com múltiplas personalidades ameaça se suicidar, essa é considerada uma situação de sequestro?”

Sugestões de leitura

Pierre Lévy:
A inteligência coletiva – por uma antropologia do ciberespaço

Richard Dawkins:
O gene egoísta

3 ideias para provocar quem trabalha com comunicação

 

Fonte: http://midiaria.wordpress.com

Publicado por

As mídias sociais, com todas as oportunidades que elas oferecem para conectar pessoas, continua a transformar as relações entre empresas e seus públicos. Nesse sentido, o profissional de comunicação e/ou marketing é uma figura muito importante no universo B2B.

Quem atende mais de uma empresa, seja fazendo sua comunicação ou seu plano de marketing, pode ser o facilitador de novas parcerias e negócios. Como? Compartilharei a seguir três ideias que podem ajudar seus clientes a crescer… e você também!

Encontre oportunidades para seus clientes
Quem monitora os perfis de uma determina empresa ou marca nas redes sociais deve sempre ter o negócio do cliente em mente. Não somente para saber comunicar sua mensagem, mas também para identificar comportamentos de consumo dos clientes finais e possíveis oportunidades de novos negócios. Para encontrar tendências, recomendo o uso do Alertas do Google e do Social Mention, este último mais restrito por conter apenas termos em Inglês. Com eles, é possível receber notificações dos tópicos que são relevantes para o seu universo e, quem sabe, encontrar parceiros para uma nova solução de produto ou serviço.

Conecte clientes, mesmo que de setores diferentes
Há uma grande diferença entre ser abordado por um fornecedor desconhecido e receber a recomendação de uma pessoa da sua confiança. Imagine a situação: você trabalha a comunicação de um serviço de buffet e o marketing de um centro de treinamentos. Que tal aproximar essas duas empresas para que o buffet passe a oferecer o coffee break nos intervalos dos cursos oferecidos pelo centro? Ganham os novos parceiros, ganha você por fazer essa “ponte”.

Promova seus clientes além do planejamento estratégico
Além das planilhas com toda a tática de marketing e o cronograma de ações desenhado para seu cliente, um plus é tornar-se embaixador da marca para a qual você trabalha. Recomendar à sua rede de contatos os lançamentos, promoções e eventos dos seus clientes faz a diferença para eles e, possivelmente, para seus amigos.

Meu ponto

Trata-se de uma questão de reciprocidade! Uma postura mais proativa do profissional de comunicação e marketing traz benefícios para quem ele atende e, certamente, mais relevância e respeito para seu trabalho.